Escrito por 18:30 Curitiba

Prefeitura de Curitiba quer R$ 80 milhões para terminar obras da Linha Verde

Compartilhe

Prefeitura de Curitiba enviou à CMC (Câmara Municipal de Curitiba) um projeto de lei que prevê a assinatura de um convênio de R$ 80 milhões para terminar obras da Linha Verde Norte. Conforme a proposta, os recursos viriam do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). As informações são do Paraná Portal.

O projeto tramita em regime urgência. Assim, deve ser levado ao plenário dentro de 30 dias. Caberá aos vereadores aprovar ou rejeitar a proposta.

As obras da Linha Verde Norte tiveram início em novembro de 2018. De acordo com o projeto inicial, o trabalho deveria terminar até o final de 2020. No entanto, a empresa que iniciou os trabalhos entregou apenas 4,16% do que foi projetado. Por isso, a empresa foi dispensada e uma manobra permitiu que a Prefeitura de Curitiba entregasse as obras para a empresa que ficou em segundo lugar na concorrência da licitação.

Assim, a obra será executada pelo consórcio Estação Solar, formado pela TCE Engenharia Ltda. e a Construtora Triunfo S.A. As empresas são as mesmas que atuam na construção da trincheira no cruzamento da Avenida Nossa Senhora Aparecida com a General Mário Tourinho.

LINHA VERDE NORTE: OBRAS ATRASADAS

O trecho final das obras da Linha Verde compreende um trecho de 22 km, nos limites entre Curitiba e Colombo. São 12 pistas que cortam a cidade de norte a sul, ligando as estações de ônibus Solar e Atuba. O projeto da Prefeitura de Curitiba que prevê o convênio de R$ 80 milhões foi protocolado no último dia 12.

As obras previstas no convênio compreendem a implantação de canaleta exclusiva para o transporte coletivo tipo BRT, para o tráfego de ônibus articulados e biarticulados; das vias marginais, que são as duas vias laterais à canaleta exclusiva, destinadas à circulação de veículos em geral; e das vias locais, esquerda e direita, para acessos e atendimento às atividades lindeiras.

Além disso, é prevista a implantação de uma trincheira com seis faixas de circulação e de uma estação de embarque e desembarque similar às já existentes ao longo da Linha Verde (Estação Atuba), com a integração com ônibus alimentadores.

Close