Written by 8:30 Paraná

Prefeito destaca união no combate à pandemia

Chico Brasileiro reafirmou que o combate à pandemia “foi tudo planejando” pela saúde da prefeitura e o que agora a prioridade é a retomada dos resultados dos exames

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) destacou neste domingo, 29, a unidade de todos órgãos e entidades e agradeceu a todos que ajudam no combate ao coronavírus e nas medidas de prevenção à pandemia.  “É um orgulho para a saúde pública termos essa estrutura. Grande parte foi a prefeitura que montou, mas teve ajuda da Justiça Federal, Ministério Público Federal, Justiça Estadual, do Governo do Estado. Quero parabenizar ao secretário da Saúde, Beto Preto, pelo apoio e que vem conduzindo muito bem essa situação no Paraná”, disse.

“Quero reiterar a ajuda da Itaipu com o investimento de US$ 3 milhões (R$ 15 milhões) ao Hospital Costa Cavalcanti, ajudando o Laboratório de Medicina Tropical a fazer exames em Foz do Iguaçu. Quero agradecer a Unila, temos hoje vários profissionais dedicados a ajudar nesse combate ao coronavírus. A Unila colocou à disposição o laboratório, inclusive para os exames do coronavírus. Quero agradecer as igrejas, aos empresários que estão nos ligando e oferecendo apoio e oferendo os espaços se for preciso”, completou.

Chico Brasileiro reafirmou que o combate à pandemia “foi tudo planejando” pela saúde da prefeitura e o que agora a prioridade é a retomada dos resultados dos exames. “Não podemos tomar nenhuma decisão sem saber se o vírus está circulando, sem ter a certeza se em Foz do Iguaçu está tendo a transmissão. Nossa meta é até quarta-feira (1º de abril) ter o resultado desses exames e apresentarmos mais detalhadamente a sociedade iguaçuense, com toda a transparência, e a partir daí começamos a ter o horizonte do retorno (as atividades normais). Vamos apresentar um plano de retorno em cima desses exames”.

Orientações – O prefeito reiterou que toda a equipe da saúde e do município estão seguindo as orientações médicas, técnicas e da ciência, observamos o que está acontecendo no país, na vida real, nas UTIs dos hospitais. “Seguimos orientações de quem realmente está trabalhando com vidas. Vamos fazer o que for o melhor para a população e não se submeter a pressões, isso é colocar a vida das pessoas em risco”.

“Graças a Deus que as alas do coronavírus hospitais estão vazias. Tomamos a atitude cedo. Cada município tem autonomia e não podemos aceitar que fiquem ferindo a nossa autonomia. Não somos tutelados e trabalhamos conforme nossa consciência. Nós não vamos pagar para ver, para depois pedir desculpas pelas mortes”.

O prefeito também pediu a união de toda a população e a compreensão do empresariado neste momento. “Não é vontade nossa estar com tudo parado, sabendo que isso prejudica a comunidade como um todo. Mas é uma realidade que temos que enfrentar. Até agora estamos acertando, dando uma resposta muito positiva neste enfrentamento”.

Brasileiro relembrou que o município tem 121 casos suspeitos de coronavírus em análise, o que impede, neste momento, uma avaliação mais concreta da situação. “Na saúde a gente não tem que pagar para ver, temos que agir preventivamente. Quero pedir a compreensão de todos, porque se errarmos agora, poderemos ter um prejuízo muito maior para as empresas. Temos que ter essa responsabilidade, esse olhar técnico”, afirmou.

Não somos tutelados e trabalhamos conforme nossa consciência. Nós não vamos pagar para ver, para depois pedir desculpas pelas mortes”, diz Chico Brasileiro

(Visited 8 times, 1 visits today)

Close