por 08:28 Chico Brasileiro, Destaques, Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional, Obras e infraestrutura

Prefeito Chico Brasileiro destaca início da entrega das grandes obras em Foz

Ampliação da pista do aeroporto internacional, na quarta-feira (07), foi a primeira entrega de uma série de investimentos que irão transformar a cidade

O prefeito Chico Brasileiro disse nesta quinta-feira (8) que a ampliação da pista do aeroporto internacional marca o início da entrega das grandes obras em Foz do Iguaçu, o que deve ocorrer até o segundo semestre de 2022. “São investimentos que mostram o trabalho conjunto, o esforço e o grande empenho dos gestores públicos e do setor produtivo em transformar a nossa cidade num centro ainda maior de turismo e no principal entroncamento comercial do Mercosul”, disse Brasileiro, ao destacar ainda a “grande parceria com a Itaipu Binacional e os governos estadual e federal”.

Na quarta-feira, 7, o presidente Jair Bolsonaro e o governador Ratinho Junior entregaram a nova pista do aeroporto, ampliada em 600 metros, de 2.195m para 2.795m, o que permite ao terminal receber voos internacionais da América Central e EUA. O investimento foi de R$ 53,9 milhões, recursos da Itaipu e Infraero. Além da ampliação da pista, também foram entregues o novo pátio de manobras e a duplicação da via de acesso ao terminal.

“Ainda em 2020, tivemos a entrega da reforma completa do terminal do terminal do aeroporto. São mais de R$111 milhões em investimento, o maior que o aeroporto já recebeu em sua história para atender bem os turistas e visitantes em Foz do Iguaçu”, afirmou o prefeito.

Chico Brasileiro lembrou ainda que as obras da segunda ponte sobre o rio Paraná estão com 50% concluídas, seguem em ritmo acelerado, e serão entregues já no primeiro semestre de 2022. “É, com certeza, a maior obra pública do Paraná, e que significa um novo impulso no desenvolvimento econômico do Porto Meira e da cidade paraguaia de Presidente Franco”, disse o prefeito, em relação à obra custeada pela binacional em R$ 323,7 milhões.

Desenvolvimento

Outra obra importante, a Perimetral Leste, ligação de 15 quilômetros entre as BRs 277 e 469, já em execução, iniciou agora em abril a construção do viaduto no trevo do Carimã. “Só nesta etapa inicial são mais de 100 trabalhadores. Essa obra nos traz a perspectiva de crescimento de toda região leste de Foz do Iguaçu, abre uma série de oportunidades de investimentos imobiliários e de turismo. São mais de R$ 139 milhões em investimentos”.

Brasileiro cita ainda a duplicação dos oito quilômetros da Avenida das Cataratas (BR-469), entre o acesso do aeroporto ao portão do Parque Nacional do Iguaçu. “Essa obra de R$ 139 milhões, que começa nos próximos dias, inclui a construção de três viadutos e uma ponte sobre o rio Tamanduá e uma ciclovia por todo seu trecho”, disse.

Não somente grandes obras de infraestrutura, segundo Chico Brasileiro, tem a cidade. O Mercado Municipal na Vila A, já está com 65% das obras concluídas e entrou na fase final de execução. A entrega da obra será ainda este ano, mais um espaço para turismo e de compras na cidade. O investimento é de R$ 14,5 milhões.

A prefeitura também executa o maior conjunto de obras de drenagem na cidade, um investimento que ultrapassa a R$ 10 milhões. Só na canalização da bacia do Rio Mimbi, que vai acabar com os alagamentos no bairro Panorama, jardins São Paulo e São Luiz, o investimento chega a R$ 6 milhões,

Foz do Iguaçu tem ainda o maior programa de asfalto da sua história e um plano de habitação que está entregando mais de mil moradias até 2022. “Em Foz, levamos a máxima ao pé da letra: uma cidade só e boa para turista se é boa para seus moradores”, ressaltou o prefeito.

Mais obras

Chico Brasileiro destaca ainda os investimentos privados na cidade. Só na construção de um aquário de água doce, o grupo Cataratas vai investir R$ 100 milhões. “E o melhor: o aquário será centro de educação, pesquisa e conservação dos ecossistemas das bacias dos rios Paraná e Iguaçu”.

“Ainda nesta semana participei da inauguração da segunda de duty free na cidade. Em breve, serão inauguradas mais duas. Foz do Iguaçu caminha célere para ser um centro internacional de compras. O turista terá toda comodidade para a compra de produtos importados, dos mais variados tipos e marcas. Isso significa também mais empregos”, completou o prefeito.

Mesmo com a pandemia, o Sindicato da Habitação e dos Condomínios do Paraná (Secovi) registrou um aumento de demanda em locação e procura de imóveis para compra. Há ainda investimentos de incorporadoras em projetos de novas construções verticais e horizontais, acima da média dos últimos anos, para imóveis de 400 e 500 unidades e conjuntos de lojas de até 1,5 mil metros quadrados.

“As empresas querem se instalar em Foz do Iguaçu. Temos um contexto diferenciado em relação ao estado e o país. Foz do Iguaçu tem esse privilégio e isso faz com que acreditamos e confiamos no segmento imobiliário e que as coisas vão ficar cada dia melhor”, disse o presidente do Secovi, Jilson Pereira.

Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-47695

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com