por 11:35 Internacional, Política

Por 55 votos a 45, Senado confirma impeachment de Trump

O Senado americano confirmou nesta terça-feira (26) o processo de impeachment do ex-presidente Donald Trump, por 55 votos a 45, no entanto, dificilmente haverá votos suficientes para condenar o republicano.

A maioria dos republicanos votou contra o julgamento do ex-presidente Trump por “incitamento à insurreição“, com apenas cinco membros de seu partido se unindo aos democratas na votação para avançar com o julgamento de impeachment por seu papel em agitar uma multidão que atacou o Capitólio no último dia 6.

Os senadores ainda podem mudar seus pontos de vista. Mas, por enquanto, a votação sinalizou a probabilidade de que Trump seria, pela segunda vez em um ano, absolvido pelo Senado em um julgamento de impeachment, poupado por republicanos leais que relutavam em romper com ele.

Seriam necessários dois terços dos senadores – 67 votos – para chegar a uma condenação de Trump, o que significa que 17 republicanos teriam que cruzar as linhas partidárias para ficar do lado dos democratas para considerá-lo culpado.

O senador Rand Paul, republicano de Kentucky, forçou a votação após argumentar que era inconstitucional realizar um julgamento de impeachment de um ex-presidente, uma afirmação amplamente contestada por acadêmicos e até mesmo pelo próprio Senado no passado.

“Cidadãos privados não sofrem impeachment. O impeachment é para destituição do cargo, e o acusado aqui já deixou o cargo”, disse Paul, chamando o julgamento de “louco” e vingativo.

Ele declarou vitória depois, dizendo: “Quarenta e cinco votos significa que o julgamento de impeachment está morto na chegada.”

Matéria completa em Blog do Esmael Moraes

Fechar