por 06:48 Sem categoria

PODER E VERBA EXTRA ATRAEM DEPUTADOS PARA A MESA

Por Kátia Chagas na Gazeta do Povo:

Dos nove cargos da Mesa Executiva da Assembléia Legislativa, a maioria não tem função definida, mas é sinônimo de poder, influência e verbas extras. A chance de fazer parte de um grupo seleto que deve representar as principais lideranças políticas da Casa despertou uma briga acirrada e silenciosa entre os deputados. A eleição da Mesa Executiva está marcada para hoje, às 14h30, durante sessão especial.

Nas últimas semanas, teve ameaça de bate-chapa, deputado defendendo eleição individual dos cargos e até mudanças no Regimento Interno para impedir a reeleição. Mesmo assim, acabou sendo montada uma chapa única para reconduzir por mais dois anos a maioria – 6 dos 9 nomes – aos mesmos cargos. O presidente Nelson Justus (DEM) e o primeiro-secretário Alexandre Curi (PMDB) serão reeleitos para mais dois anos nas funções mais importantes da Casa.

Embora não tenham atribuições claras, os outros integrantes da Mesa Executiva têm vantagens sobre os outros parlamentares, como estrutura de gabinete, assessores e verbas extras. (Leia mais)

Fechar