Escrito por 23:24 Sem categoria

PMDB fecha o cerco aos infiéis

Compartilhe

Por Roseli Abrão, no Hora H News:

Diante do assédio tucano (ou palaciano) a pré-candidatos do partido às eleições municipais do ano que vem, como acontece em Colombo, onde a ex-deputada Bete Pavin está sendo cooptada para disputar a prefeitura pelo PSDB, a executiva do PMDB paranaense decidiu fechar o cerco a possíveis “infiéis”.

Reunida na noite de segunda-feira, a executiva decidiu dissolver os diretórios nos municípios onde os pré-candidatos mudarem de partido.

Segundo o vice-presidente do partido, deputado Nereu Moura, o assédio está sendo grande e esta é “uma forma de pôr um freio nos atrativos governamentais oferecidos aos (pré) candidatos do partido”.

— No interior está sendo avassalador. Não vamos deixar que o PMDB seja usado como partido de gaveta, afirma o deputado.

Outra decisão tomada pela executiva diz respeito às convenções municipais marcadas para o dia 17 de julho. O PMDB vai identificar municípios problemáticos e só aí realizar convenções.

Curitiba será um deles.

Close