por 14:36 Sem categoria

PMDB E PT REAFIRMAM ALIANÇA PRIORITÁRIA PARA 2010

O PMDB e o PT reafirmaram o compromisso de manter a aliança política entre os dois partidos para as eleições estaduais de 2010. “O que ficou decidido é que a aliança prioritária do PMDB é com o PT e do PT é com PMDB. Existe uma disposição muito clara dos dois partidos neste sentindo”, disse o presidente estadual do PMDB, deputado Waldyr Pugliesi, nesta terça-feira (14) após o encontro entre as executivas dos partidos (foto).

“O PMDB é o partido prioritário. Nós queremos estar juntos, mas esta não é uma decisão, é uma construção conjunta, com o foco naquilo que nos une. Vamos construir essa aliança com muita tranqüilidade porque há tempo para isso”, disse a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, no encontro. Gleisi adiantou, conforme orientação da direção nacional petista, que o partido deve definir as alianças partidárias em janeiro de 2010.

LEIA MAIS

por 14:34 Sem categoria

PMDB e PT reafirmam aliança prioritária para 2010

PMDB e PT reafirmam aliança prioritária para 2010

Executivas vão formar um grupo de trabalho para discutir questões pontuais que podem balizar a aliança e as propostas que podem compor o provável programa a ser defendido nas eleições de 2010

O PMDB e o PT reafirmaram o compromisso de manter a aliança política entre os dois partidos para as eleições estaduais de 2010. “O que ficou decidido é que a aliança prioritária do PMDB é com o PT e do PT é com PMDB. Existe uma disposição muito clara dos dois partidos neste sentindo”, disse o presidente estadual do PMDB, deputado Waldyr Pugliesi, nesta terça-feira (14) após o encontro entre as executivas dos partidos.

“O PMDB é o partido prioritário. Nós queremos estar juntos, mas esta não é uma decisão, é uma construção conjunta, com o foco naquilo que nos une. Vamos construir essa aliança com muita tranqüilidade porque há tempo para isso”, disse a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, no encontro. Gleisi adiantou, conforme orientação da direção nacional petista, que o partido deve definir as alianças partidárias em janeiro de 2010.

GRUPO DE TRABALHO – As executivas decidiram formar um grupo de trabalho para discutir questões pontuais que podem balizar a aliança e as propostas que podem compor o provável programa a ser defendido nas eleições de 2010. As reuniões poderão ser mensais e a primeira já está marcada para o início do mês de agosto.

“Ficou muito claro que vamos continuar na direção de uma candidatura que faça a defesa da presença do Estado na vida dos paranaenses. O que queremos é que as políticas públicas que foram implantadas pelo Governo Lula e pelo Governo Requião sejam ampliadas porque interessam ao conjunto da sociedade paranaense. Agora, para isso vingar tem que se construir este chão comum entre o PT e o PMDB”, disse Pugliesi.

“Esse foi um primeiro encontro. Não havia nenhuma expectativa de definições, mas sim de aproximação com uma das legendas que consideramos mais importantes na caminhada conjunta da nossa história política, seja no Paraná, seja no Brasil”, disse Gleisi.

CAMPO DE ALIANÇA – Os dois partidos também afirmaram que poderão ampliar as alianças com outros partidos nas eleições de 2010. “Os outros partidos, assemelhados ao PT e ao PMDB, certamente serão chamados. Eu gostaria muito de ver o PDT do Brizola, juntamente com outros partidos, para continuarmos unidos na manutenção e ampliação das políticas públicas implantadas pelos governos do PT e do PMDB, nos níveis nacional e estadual”, disse Pugliesi.
 
O PT também adiantou que pretende para ampliar a aliança com os partidos da base aliada do governo Lula, incluindo aí o PDT, PP, PSC, PTB, PCdoB e PR. “Esse não é um projeto de exclusão de forças, mas sim de viabilizar as candidaturas de compromisso entre os partidos da base aliada no plano federal e estadual”, disse Gleisi.

COMPROMISSO – O secretário-geral do PMDB, João Arruda, lembrou que os dois partidos estiveram juntos nas últimas três eleições estaduais e formaram em 2008 uma série de alianças bem sucedidas nas eleições municipais no Paraná. “O PMDB já tomou sua decisão e lançou seu pré-candidato, o governador Orlando Pessuti. O que queremos, no caso do PT não lançar candidatura própria ao Governo do Estado, é o compromisso com a nossa candidatura, com a candidatura do Pessuti”, disse.

O vice-governador Orlando Pessuti disse que o PMDB sempre esteve lado a lado das candidaturas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde 1989. “Nós defendemos uma aliança programática com o PT. Uma aliança que deu certo no Paraná e no Brasil. O PT faz parte do nosso governo e o PMDB faz parte do governo Lula. Sempre estivemos juntos e estamos colhendo hoje o resultado das políticas que implementamos. Tanto o governo do PT como o governo do PMDB são aprovados, com índices elevados, pela população”, disse Pessuti.

“Nada mais coerente e positivo sobre todos os aspectos que continuemos nessa caminhada, nesse compromisso, juntos para o bem do Brasil, com a candidatura da ministra Dilma Rousseff, e do Paraná com a nossa candidatura apoiada pelo PT”, completou Pessuti.

PARTICIPAÇÃO – Pelo PMDB, participaram do encontro os deputados Luiz Claudio Romanelli, Stephanes Júnior, Beti Pavin, Edson Strapasson, Ademir Bier, Teruo Kato, Jonas Guimarães, Alexandre Curi, Antonio Anibelli, Cleiton Kielse, Waldyr Pugliesi e Rodrigo Rocha Loures. E ainda o vice-governador Orlando Pessuti e os membros da executiva: João Arruda (secretário-geral), Paulo Furiatti, Stênio Jacob, Hudson Calef, Gilberto Martin, Elza Corrêa, Forte Netto e Rogério Carboni.

 Pelo PT participaram do encontro os deputados Elton Welter, Professor Lemos, Péricles de Mello, Luciana Rafagnin, Ênio Verri, André Vargas, Doutor Rosinha, Pedro Ivo e Tadeu Veneri. E ainda o prefeito de Pinhais, Professor Luizão e os membros da executiva: Gleisi Hoffmann, Valter Bianchini, Lygia Pupatto, Marcos Pescador, Márcio Pessati, Zeno Minuzzo, Rose Zanardo, Alexandre Petroli, Nedson Micheletti e Gerveson Silveira.

Fechar