0 Shares 213 Views

PMDB de São Paulo decide desembarcar do governo Dilma. E agora Temer?

19 de março de 2016
213 Views

PMDB de São Paulo decide desembarcar do governo. E agora Michel Temer?

A situação deve complicar para o vice-presidente Michel Temer nos próximos dias. Ou simplicar? Veja só, o PMDB de São Paulo, base dele, decidiu votar pela saída do governo Dilma Rousseff (PT) na reunião do dia 29, quando o diretório nacional vai deliberar sobre a ruptura com a gestão petista.

O presidente do partido em São Paulo, deputado Baleia Rossi, disse à Folha de S.Paulo que os paulistas já se decidiram pela “imediata saída do PMDB desse governo, como foi aprovado na convenção nacional”.

O PMDB decidiu, em convenção no dia 12, se posicionar sobre a saída oficial do governo em até 30 dias.

“Não podemos brincar com o Brasil. Vivemos uma crise ética, moral e econômica. Precisamos pensar no futuro e o PMDB precisa se posicionar”, afirmou Baleia Rossi em vídeo postado nas redes sociais.

O deputado também defende a expulsão do partido de Mauro Lopes (PMDB-MG), que contrariou a cúpula do partido ao tomar posse no comando da Secretaria de Aviação Civil.

Desde a morte do ex-governador e presidente do PMDB de São Paulo Orestes Quércia, em dezembro de 2010, Temer passou a atuar para ter controle total do partido no Estado. O vice-presidente fez uma série de intervenções para desalojar quercistas e substituir o comando da legenda nos diretórios paulistas.

Foto: Mariana Martins – 2.dez.13/Folhapress

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.