por 10:20 Brasil, Economia

Planalto já admite auxílio emergencial por mais dois meses

O Palácio do Planalto já assume internamente que o auxílio emergencial, cuja parcela final será paga em agosto, será estendido por mais dois meses.

Até onde o governo planeja, será a última prorrogação do coronavaucher: um Bolsa-Família encorpado, de valor maior que o atual e com vários programas sociais existentes agregados a ele, o substituirá.

Leia mais em O Globo

Fechar