0 Shares 170 Views

“Parlamento Universitário é uma experiência única”, diz Romanelli

19 de julho de 2019
170 Views

 

A Assembleia Legislativa deu posse nesta quinta-feira (18) aos 54 deputados universitários participantes da quarta edição do Parlamento Universitário. O presidente, deputado Ademar Traiano (PSDB), e o 1º secretário, deputado Romanelli (PSB), reafirmaram o compromisso de promover o debate, estimular os jovens a participar da vida política e aproximar o legislativo da sociedade.

“O Parlamento Universitário é uma experiência única na vida desses jovens estudantes. Eles vão trabalhar justamente na parte mais nobre do processo legislativo que é pensar e elaborar leis e polícias públicas. Ações do Estado que atendam as demandas da sociedade. Esse momento é o mais enriquecedor da política”, afirmou Romanelli.

As ações como Parlamento Universitário, segundo Traiano, visam oxigenar a política . “É fundamental para a sociedade que tenhamos novas cabeças pensantes e novos líderes. Esses jovens estudantes, ao se inscreverem no projeto, já demonstraram, com toda a clareza, o desejo e o despertar pela vida política”, disse.

Propostas – Essa é a quarta e maior edição do projeto. Foram 1.400 candidatos de todas as regiões do Estado. Desses foram escolhidos 75 estudantes (54 eleitos e 21 suplentes) de 12 instituições universitárias.

Segundo Romanelli, os estudantes terão a experiência prática de apresentar suas propostas, dialogar com outros deputados para estabelecer consensos.

“Participar do processo legislativo é algo absolutamente encantador e por isso tenho certeza que todos terão uma outra visão sobre a atividade de um deputado, com todas suas dificuldades e seus desafios”, salientou.   Eles vão apreender a conviver com a divergência. A democracia é igual diálogo e é isso que esses jovens vão aprender aqui nesse processo”.

Programação – As atividades da quarta edição do Parlamento Universidade continuam nesta sexta-feira (19). O segundo dia de atividades está reservado para composição das Comissões. Primeiro a de Constituição e Justiça (CCJ) e, na sequência, as nove temáticas: Finanças e Orçamento; Agricultura e Meio Ambiente; Obras Públicas, Transportes e Comunicação; Educação, Ciência e Tecnologia; Segurança Pública; Saúde Pública; Indústria, Comércio e Defesa do Consumidor; Cultura, Esporte e Turismo; Direitos Humanos e Cidadania.

Na semana que vem, a CCJ inicia a análise dos projetos na segunda-feira (22) e tem outras reuniões marcadas para terça e quarta-feira. As Comissões temáticas farão os seus pareceres na terça e na quarta-feira, para que as proposições possam ir ao Plenário na quinta-feira. Se houver emenda nos projetos, a CCJ volta a se reunir na sexta-feira pela manhã, antes da última sessão ordinária, programada para às 10h30.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.