por 10:36 Cascavel, Destaques, Leonaldo Paranhos

Paranhos critica Sanepar e cogita municipalizar o saneamento

O prefeito de Cascavel fez duras críticas à sanepar, depois que a empresa enviou documento à prefeitura afirmando não ser de sua responsabilidade o desassoreamento do Lago Municipal, que se agrava cada dia mais.

“No passado, uma ação de desassoreamento feita pela Sanepar foi uma piada”, alfinetou Paranhos, que em seguida se dirigiu diretamente ao diretor e foi ainda mais incisivo. “Eu entendo isso como uma ameaça e não sou moleque para receber ameaças. Comece agora mesmo o monitoramento da água, Júlio, que contaminou mais de 60 mil pessoas em Cascavel”, disse, referindo-se ao surto de diarreia que atingiu os moradores da cidade há quase dois anos.

Paranhos declarou ainda que se a Sanepar não tiver interesse em manter o abastecimento no município, a prefeitura pode assumir ou passar essa atribuição a uma empresa privada. Por fim, disse que irá tratar o assunto com a responsabilidade que ele exige.

Vale lembrar que em novembro de 2019 a própria Sanepar propôs uma parceria com a prefeitura para recuperar o lago. A sugestão da empresa, à época, foi incluir o desassoreamento no PSA (Plano de Segurança da Água), que estava em fase elaboração.

“O PSA visa perpetuar a garantia da qualidade da água, incorporando metodologias de avaliação e gestão de riscos, bem como melhores práticas de operação do sistema de abastecimento”, declarou a empresa em nota oficial, ressaltando que para a implantação do plano “se faz necessário o envolvimento de diversas instituições que exercem um papel importante no contexto”, inclusive Ministério da Saúde e universidades. 

Fechar