por 13:47 Destaques

Paraná ultrapassa 4 milhões de vacinas aplicadas contra o coronavírus

O Paraná ultrapassou nesta terça-feira (8) a marca de 4 milhões de aplicações da vacina contra a Covid-19. De acordo com o Vacinômetro do Sistema Único de Saúde (SUS), o quantitativo é composto por 2.793.678 primeiras doses (D1) e 1.232.380 segundas doses (D2), totalizando 4.026.058.

O painel, vinculado ao Ministério da Saúde, é atualizado com informações contidas na Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS), abastecida pelos municípios.

A ferramenta revela também que o Estado alcançou 57% da imunização do grupo prioritário estabelecido pelo Plano de Saúde Nacional (PNI), do governo federal. Desses, 25% completaram o ciclo vacinal com a aplicação das duas doses. Atualmente, segundo a mais recente atualização da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), do dia 25 de maio, 4.906.706 pessoas são consideradas prioridades no Paraná.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-0299262524092040&output=html&h=250&slotname=6232752116&adk=3262455&adf=1074760231&pi=t.ma~as.6232752116&w=300&lmt=1623170798&tp=site_kit&psa=0&format=300×250&url=https%3A%2F%2Flondrinahoje.com%2Fparana-ultrapassa-4-milhoes-de-vacinas-aplicadas-contra-o-coronavirus%2F&flash=0&wgl=1&uach=WyJXaW5kb3dzIiwiMTAuMCIsIng4NiIsIiIsIjkxLjAuNDQ3Mi43NyIsW11d&tt_state=W3siaXNzdWVyT3JpZ2luIjoiaHR0cHM6Ly9hZHNlcnZpY2UuZ29vZ2xlLmNvbSIsInN0YXRlIjoyfSx7Imlzc3Vlck9yaWdpbiI6Imh0dHBzOi8vYXR0ZXN0YXRpb24uYW5kcm9pZC5jb20iLCJzdGF0ZSI6N31d&dt=1623170798600&bpp=6&bdt=2851&idt=388&shv=r20210603&cbv=%2Fr20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&prev_fmts=0x0&nras=1&correlator=6302940596772&frm=20&pv=1&ga_vid=1089105051.1623170799&ga_sid=1623170799&ga_hid=954303128&ga_fc=0&u_tz=-180&u_his=1&u_java=0&u_h=768&u_w=1366&u_ah=738&u_aw=1366&u_cd=24&u_nplug=3&u_nmime=4&adx=95&ady=1385&biw=1349&bih=611&scr_x=0&scr_y=0&eid=21067496&oid=3&pvsid=4425915004270985&pem=503&ref=https%3A%2F%2Fpoolbliq.com%2F&eae=0&fc=1920&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C1366%2C0%2C1366%2C738%2C1366%2C611&vis=1&rsz=%7C%7CpeEbr%7C&abl=CS&pfx=0&fu=0&bc=31&ifi=2&uci=a!2&btvi=1&fsb=1&xpc=wrngt2aLwy&p=https%3A//londrinahoje.com&dtd=423

“Estamos avançando dentro da realidade da chegada de vacinas. Mais do que nunca é necessária agilidade na aplicação para que possamos proteger o maior número de pessoas possível. Essa é a estratégia mais eficiente para derrubar os números de casos e mortes no Estado”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. “Mais do que nunca o pedido é para que os municípios vacinem, vacinem e vacinem”.

Ele reforçou que a meta do Governo do Estado é vacinar toda a população com mais de 18 anos até o fim deste ano.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-0299262524092040&output=html&h=280&adk=3708049206&adf=2815184290&pi=t.aa~a.1376639472~i.12~rp.4&w=760&fwrn=4&fwrnh=100&lmt=1623170799&num_ads=1&rafmt=1&armr=3&sem=mc&pwprc=6491415763&tp=site_kit&psa=0&ad_type=text_image&format=760×280&url=https%3A%2F%2Flondrinahoje.com%2Fparana-ultrapassa-4-milhoes-de-vacinas-aplicadas-contra-o-coronavirus%2F&flash=0&fwr=0&pra=3&rh=190&rw=760&rpe=1&resp_fmts=3&wgl=1&fa=27&adsid=ChAI8Kr8hQYQueHGxqj0_a0TEj0A9cGHIrbR_orkhajrzrVchgFZw6qJdTVDeMci6l3x-G7kon7Q35Y7aFs5Lpd04xfsEj879iilj19pvtiY&uach=WyJXaW5kb3dzIiwiMTAuMCIsIng4NiIsIiIsIjkxLjAuNDQ3Mi43NyIsW11d&tt_state=W3siaXNzdWVyT3JpZ2luIjoiaHR0cHM6Ly9hZHNlcnZpY2UuZ29vZ2xlLmNvbSIsInN0YXRlIjo2fSx7Imlzc3Vlck9yaWdpbiI6Imh0dHBzOi8vYXR0ZXN0YXRpb24uYW5kcm9pZC5jb20iLCJzdGF0ZSI6N31d&dt=1623170799398&bpp=8&bdt=3649&idt=10&shv=r20210603&cbv=%2Fr20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3D7824e93fcf72e0be-22011b5fd7b3002c%3AT%3D1623170797%3ART%3D1623170797%3AS%3DALNI_MZK8c9_QjYBo_jHtjl-hgnrZwogmQ&prev_fmts=0x0%2C300x250%2C970x250&nras=2&correlator=6302940596772&frm=20&pv=1&ga_vid=1089105051.1623170799&ga_sid=1623170799&ga_hid=954303128&ga_fc=0&u_tz=-180&u_his=1&u_java=0&u_h=768&u_w=1366&u_ah=738&u_aw=1366&u_cd=24&u_nplug=3&u_nmime=4&adx=95&ady=1940&biw=1349&bih=611&scr_x=0&scr_y=0&eid=21067496&oid=3&pvsid=4425915004270985&pem=503&ref=https%3A%2F%2Fpoolbliq.com%2F&eae=0&fc=1408&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C1366%2C0%2C1366%2C738%2C1366%2C611&vis=1&rsz=%7C%7Cs%7C&abl=NS&fu=128&bc=31&jar=2021-06-08-16&ifi=5&uci=a!5&btvi=2&fsb=1&xpc=9ZqUhiMyIQ&p=https%3A//londrinahoje.com&dtd=66

E, como forma de acelerar o processo, a Sesa orientou na semana passada que as cidades em estágio mais avançado da aplicação comecem a vacinar a população em geral, de forma escalonada, sucessiva e decrescente, a partir da faixa etária de 59 e 58 anos. “Vamos gastar todas as vacinas que estão chegando”, disse Beto Preto.

Prioritários 

Considerando os números absolutos, foram imunizados com a primeira dose 550.304 pessoas com idade entre 60 e 64 anos; 419.801 entre 65 a 69 anos; 392.214 pessoas com comorbidades; 364.442 trabalhadores da saúde; 307.083 entre 70 a 74 anos; 227.908 com mais de 80 anos; 209.482 entre 75 a 79 anos; e 97.753 trabalhadores da educação do ensino básico.

O painel aponta, ainda, que 35.688 primeiras doses foram destinadas para vacinar pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas; 30.096 para pessoas com doenças permanentes graves; 16.123 para forças de segurança e salvamento; e 13.734 para gestantes e puérperas. Além desses, também há registros de vacinação nos outros grupos prioritários elencados no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19.

Tipos de vacina

painel do SUS aponta que a maior parte das doses aplicadas no Paraná é do imunizante Coronavac, produzido pela parceria Instituto Butantan/Sinovac. Já foram ministradas 2.247.848 doses dessa vacina (55,8%). Em segundo lugar aparece a Covishield, da parceria Fiocruz/AstraZeneca/Oxford, com 1.643.398 doses (40,8%). O imunizante Comirnaty, da Pfizer/BioNTech, completa o quadro com 134.698 doses (3,4%).

Municípios

Em números absolutos, ainda segundo a ferramenta do SUS, Curitiba continua sendo a cidade que mais imunizou, com 721.468 aplicações, seguida por Londrina (228.058), Maringá (226.898), São José dos Pinhais (118.191), Cascavel (117.077) e Foz do Iguaçu (98.803). O quantitativo considera as duas doses.

Proporcionalmente ao número de habitantes, contudo, o ranking de vacinação da Secretaria estadual da Saúde revela que os municípios mais adiantados em relação à dosagem inicial são São Jorge D’Oeste (54,25%), Kaloré (49,87%), Paranaguá (44,87%), Maringá (42,72%) e Rio Bom (42,38%).

Maringá (20,78%), São Jorge D’Oeste (20,23%), Capanema (19,30%), Miraselva (19,23%) e Terra Roxa (18,80%) são os destaques na imunização com a segunda aplicação.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com