0 Shares 207 Views

Paraná receberá 106 mil doses extras de vacina contra a meningite

21 de março de 2019
207 Views

O governo do Paraná vai receber nos próximos dias mais 106 mil doses da vacina meningocócica conjugada C, importante para a prevenção da meningite. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (20) pelo deputado estadual Michele Caputo, após audiência com o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, em Brasília. As informações são da Tribuna do Interior.

A remessa de doses extras garante a regularização dos estoques da rede pública de saúde em todo o Paraná. “Trata-se de um reforço importante para a proteção das nossas crianças. É inadmissível que faltem vacinas nas unidades de saúde de nosso Estado”, relata o deputado.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o desabastecimento ocorreu por conta do envio de doses em quantidade insuficiente, por parte do Ministério da Saúde, ao longo do último ano. Existe um déficit de 22 mil doses por mês. Ao todo, estima-se que a demanda mensal seja de 88 mil doses, contudo apenas 66 mil estavam sendo encaminhadas.

O problema foi acentuado neste primeiro trimestre por causa do crescimento na procura pela vacina na rede pública de saúde. Um dos motivos foi o aumento no número de mortes no país. “A comoção popular foi muito grande, sobretudo após a morte do neto do ex-presidente do Lula, causado pela meningite”, explica Michele Caputo.

Durante a 1ª reunião da Comissão Permanente de Saúde Pública da Assembleia Legislativa do Paraná, o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, elogiou a atitude de Michele Caputo, sobretudo por conta de sua preocupação com a situação das vacinas. Segundo ele, o Paraná registrou 1.608 casos de meningite e 108 óbitos no ano passado. Dados preliminares de 2019 já contabilizam 144 casos e 14 mortes.

Gripe
Na audiência com o ministro, Michele Caputo também solicitou a antecipação da campanha de vacinação contra a gripe no Paraná. O pedido se deve às condições diferenciadas do Estado, que aumentam o risco de transmissão da doença. “Com o início do outono, as temperaturas já estão caindo no Paraná. Isso faz com que as pessoas permaneçam mais em ambientes fechados, o que facilita a circulação do vírus Influenza. Por isso, é essencial que a campanha seja iniciada o quanto antes”, destaca o deputado.

O Ministério da Saúde já está avaliando o pedido, tendo em vista que a vacinação já foi antecipada em 21 dias no Estado do Amazonas. “O ministro foi bastante sensível à nossa reivindicação e prometeu avaliar a possibilidade de enviar as doses da vacina contra a gripe de forma antecipada ao Paraná. Desta forma, o Estado terá mais tempo para organizar a campanha”, informou o deputado Michele Caputo.

link matéria
https://www.tribunadointerior.com.br/noticia/parana-recebera-106-mil-doses-extras-de-vacina-contra-a-meningite

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.