Escrito por 20:00 Sem categoria

Paraná criou mais empregos no interior, destaca Nereu Moura

Nos últimos anos, o Paraná registrou um fenômeno diferente com a abertura maior de novos empregos nas cidades do interior, em comparação aos números da capital. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a cada 10 novos postos de trabalhos criados em 2013 no Estado, nove foram em cidades distantes de Curitiba e sua região metropolitana.

Para o líder do PMDB na Assembleia Legislativa, deputado Nereu Moura, isto se deve a diversos fatores, além do incentivo concedido pelo Governo do Estado. “Mas principalmente pela capacidade e visão empreendedora das pessoas que moram no interior e contribuem de maneira decidida para o desenvolvimento do Estado”, disse.

Segundo o Caged, órgão ligado ao Ministério do Trabalho e Emprego, a proporção de novos empregos em 2013, foi a mais alta desde 2009, quando o cadastro adotou a metodologia atual. Das vagas criadas no ano passado, 88,6% estavam no interior e 12,4%, em Curitiba. Normalmente a distribuição é um pouco menos desproporcional.

Movimento positivo
Para o deputado, este movimento invertido é muito positivo. “Em razão do desenvolvimento do interior do Estado, isto acaba ocasionando também a conquista de mão de obra qualificada, indispensável para atrair alta tecnologia nestas regiões”.

“É preciso acentuar também o papel desenvolvido pelo agronegócio, que é a grande locomotiva para o crescimento das regiões, especialmente aquelas com gargalos enormes ocasionados pela falta de investimento em ações e infraestrutura”, frisou Nereu Moura.

Mesmo com estas dificuldades, a economia paranaense deu uma resposta enérgica, “permitindo ao nosso Paraná liderar a geração de empregos no Sul do país”, afirma Nereu Moura.

Nos três últimos anos, o Paraná criou mais de 315.382 mil empregos com carteira de trabalho assinada, à frente de Santa Catarina (240.311 vagas) e Rio Grande do Sul (309.288 vagas).

Close