0 Shares 161 Views

Paraná busca parceria do Banco do Brasil para a revitalização do rio Iguaçu

22 de outubro de 2015
161 Views

Paraná busca parceria do Banco do Brasil para a revitalização do rio Iguaçu

A governadora em exercício Cida Borghetti apresentou, nesta quarta-feira (21), no Banco do Brasil, em Brasília, o projeto de revitalização da bacia do Rio Iguaçu. Cida reuniu-se com o vice-presidente de Agronegócios, Micro e Pequenas Empresas, do Banco do Brasil, Osmar Dias, para tratar de uma das ações do projeto, que é a educação ambiental.

Técnicos do Banco do Brasil e da Fundação Banco do Brasil irão analisar como as instituições podem apoiar a revitalização do Iguaçu. “O desafio é unir recursos e esforços do setor público e da iniciativa privada para limpar definitivamente o Rio Iguaçu, que forma a maior bacia do Estado, abrangendo 109 municípios onde vivem cerca de 4,4 milhões de pessoas”, disse Cida Borghetti.

“Essa integração vai permitir a execução de trabalhos mais eficientes e proporcionar melhor condição de vida para a população”, afirmou Cida no encontro, que teve a participação do presidente Agência Nacional das Águas (ANA), Vicente Andreu Guillo; do presidente da Fundação Banco do Brasil, José Caetano Michilo; do secretário estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ricardo Soavinski; do diretor da área ambiental da Sanepar, Mário Celso Cunha, e do gerente-geral de articulação de comunicação da ANA, Antonio Felix Domingues.

INTERESSE – O vice-presidente de Agronegócios do Banco do Brasil disse que há interesse na parceria. “É uma ação que se encaixa nas preocupações sociais e socioambientais da instituição”, disse Dias. Ele adiantou que técnicos do Banco e da Fundação deverão vir ao Paraná, nas próximas semanas, para uma reunião com técnicos do Governo do Estado, a fim de aprofundar os estudos.

A bacia do Rio Iguaçu serve para geração de energia elétrica, desenvolvimento agrícola e industrial e, além disso, abriga o Parque Nacional do Iguaçu e as Cataratas do Iguaçu, uma das nove maravilhas do Mundo.

O foco do projeto neste momento é a atuação no trecho mais urbanizado localizado na capital Curitiba e na Região Metropolitana, onde estão os rios da bacia Belém, Atuba, Iraí, Iguaçu e Barigui. O Governo busca parceiros que auxiliem o projeto com apoio técnico e financeiro.

“A articulação com diversas entidades para a implantação do projeto é muito importante para se estabelecer um ambiente favorável para o uso múltiplo das águas”, afirmou o secretário Ricardo Soavinski.

COOPERAÇÃO – O Governo mantém contatos com a embaixada da Coreia do Sul para implantar projetos semelhantes aos realizados na revitalização de bacias hidrográficas urbanas sul-coreanas. A exemplo do trabalho feito no Rio Cheonggyechon, em Seul, capital do país. A embaixada da Coreia do Sul indicou a empresa Korea Water Resources Corporation – K-Water, para cooperação a ser desenvolvida entre o Estado do Paraná e o Governo da Coreia.

AUDIÊNCIAS – A governadora em exercício teve reuniões, também, com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e com o ministro da Saúde, Marcelo Costa e Castro; com o Chefe da Casa Civil, Jacques Wagner; com o ministro chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Ricardo Berzoíni, e com o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. Além do projeto de revitalização do Rio Iguaçu, a governadora em exercício tratou de diversas questões de interesse do Paraná.

PROMOVER O PARANÁ – Com o ministro do Turismo, a governadora em exercício pediu o apoio do Governo Federal para consolidar o projeto do vôo direto da Alitalia entre a Itália (Milão ou Roma) e Foz do Iguaçu. A linha faz parte do projeto maior que é promover e divulgar destinos paranaenses, em especial Foz, e aumentar o fluxo de turistas europeus no Estado.

Acompanharam a vice-governadora os deputados federais Ricardo Barros, Luiz Nishimori, Christiane Yared, Luciano Ducci e Marcelo Belinatti.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.