por 16:51 Sem categoria

PALOTINA CONQUISTA HOSPITAL MUNICIPAL

Após décadas de dependência do atendimento privado, a população de Palotina agora conta com um serviço público de qualidade na área de saúde. Trata-se do Hospital Municipal de Palotina, uma estrutura inaugurada recentemente pelo prefeito Elir de Oliveira voltada a atendimentos oriundos do Sistema Único de Saúde (SUS). O Hospital Municipal funciona onde antes existia o Pronto Atendimento, porém é uma substancial evolução da antiga estrutura.O espaço ganhou maternidade, centro cirúrgico e 17 novos leitos que atendem principalmente a camada mais carente da população. Confira a íntegra da reportagem clicando no

LEIA MAIS

por 16:50 Sem categoria

PALOTINA CONQUISTA HOSPITAL MUNICIPAL

PALOTINA CONQUISTA HOSPITAL MUNICIPAL

Após décadas de dependência do atendimento privado, a população de Palotina agora conta com um serviço público de qualidade na área de saúde. Trata-se do Hospital Municipal de Palotina, uma estrutura inaugurada recentemente pelo prefeito Elir de Oliveira voltada a atendimentos oriundos do Sistema Único de Saúde (SUS). O Hospital Municipal funciona onde antes existia o Pronto Atendimento, porém é uma substancial evolução da antiga estrutura.O espaço ganhou maternidade, centro cirúrgico e 17 novos leitos que atendem principalmente a camada mais carente da população.

Houve uma reativação de setores que estavam fechados e o novo hospital atende a maioria das exigências e rígidos protocolos do Ministério da Saúde e Vigilância Sanitária, relata o médico pronto-socorrista Alexandre Caetano. Segundo ele, alguns prazos para adaptação ainda estão em vigor e em breve todas as especificações serão cumpridas.

O médico explica a diferença de um pronto atendimento a um hospital. “O pronto atendimento inicialmente funciona em regime de plantão e em princípio serve apenas de porta de entrada para quem precisa de serviços de urgência e emergência. Esse ambiente não possui a estrutura adequada para internamentos e outros procedimentos mais complexos. Já um hospital, além de cumprir as atribuições de urgência e emergência, dá suporte também ao caráter eletivo e faz cirurgias e internamentos e outras funções”.

No pronto atendimento, o paciente fica em observação por até 12 horas e depois é encaminhado a serviços de referência ou hospitais. Já o hospital só leva o paciente para outros lugares se não oferecer opções para atender a maiores complexidades. “Na prática, essa evolução representa uma grande conquista, porque se consegue dar continuidade ao tratamento do paciente e evitar que ele saia para outros hospitais ou outras cidades”, exemplifica.

“O deslocamento é prejudicial ao paciente, mas existem circunstâncias em que não há alternativa. Além disso, um hospital oferece bem-estar à família e gera economia de recursos”, destaca o secretário municipal de Saúde, Agnaldo Gouveia. Investir em saúde pública de qualidade e direcionada ao cidadão mais humilde é compromisso do governo Elir de Oliveira em Palotina, que não mediu esforços para que esse antigo sonho finalmente se transformasse em realidade. Vale destacar que toda a reestruturação aconteceu com recursos próprios da atual administração. 

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com