por 09:44 Sem categoria

Osmar Dias defende pequenos produtores e cobra transparência de frigoríficos

Osmar Dias defende pequenos produtores e cobra transparência de frigoríficos

Líder do PDT alerta o governo para não conceder empréstimo a exportadores de carne alegam problemas financeiros e devem a pecuaristas

O líder do PDT no Senado Federal, Osmar Dias, fez um alerta ao governo, nesta semana, para que não aplique dinheiro público no auxílio aos grandes frigoríficos que alegam problemas financeiros sem apresentar as contas de forma transparente.

“Falam de uma dívida de R$ 15 bilhões e os grandes frigoríficos estão pedindo R$ 4 bilhões para saldar uma conta que não sabemos a origem. São 21 as empresas que compõem a associação dos exportadores de carne e que detem 80% da carne brasileira exportada para 150 países. Ao mesmo tempo em que pedem apoio do governo eles estão inadimplentes para com os seus fornecedores, não pagam aqueles que dependem de capital de giro para produzir e gerar empregos. É uma dívida não interessa a ninguém, porque forma uma cadeia de quebradeira que afeta a todos”, afirmou.

Na opinião do senador paranaense é preciso saber se os recursos pleiteados pelos grandes frigoríficos resolverão o problema ou irão aumentar o que considera “o ciclo de ganância”. “Não podemos aceitar um suporte deste alcance a um setor, enquanto milhares de pequenos produtores estão aguardando ajuda sob o risco de demitir trabalhadores. É necessário exigir o balanço dessas empresas, a prestação de contas”, salientou.

Ao destacar no plenário a importância do assunto tratado na audiência da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), Osmar Dias defendeu que os grandes exportadores de carne prestem contas e expliquem porque não estão pagando os pecuaristas.

“É necessário saber onde está o lucro do tempo em que o preço da carne estava alto. Não é possível que os frigoríficos estejam devendo R$ 15 bilhões apenas  dois meses após a carne ter baixado de preço. Onde está o dinheiro? Por que não estão pagando os produtores? Como foi constituída a dívida com bancos, sem o recolhimento de tributos?”, questionou o líder pedetista.

Participaram da reunião da CRA o ministro da Agricultura Reinhold Stephanes, representantes do Banco do Brasil, o presidente da Associação Brasileira dos Frigoríficos, e da Associação Brasileira dos Exportadores de Carne, e representantes dos produtores de carne.

O líder do PDT no Senado considera que é obrigação de quem faz parte da base de apoio do governo zelar pela boa aplicação do dinheiro público. “Precisamos saber qual é o tamanho deste buraco, até mesmo para que o governo saiba quais serão as medidas necessárias para tapar esse buraco. É preciso cuidado para que os recursos públicos não sejam jogados fora”, finalizou Osmar Dias.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com