0 Shares 265 Views 1 Comments

Olívio Dutra: “PT caiu na vala comum”

7 de fevereiro de 2015
265 Views 1

Olívio Dutra defende expulsão de tesoureiro e lamenta: "PT caiu na vala comum" Emílio Pedroso/DivulgaçãoUma das raras vozes dissonantes ao discurso oficial da direção do PT de defesa do tesoureiro João Vaccari Neto das acusações de corrupção, o ex-governador Olívio Dutra afirmou nesta sexta-feira que o partido “já deveria” ter expulsado Vaccari da sigla e decretou: “O PT caiu na vala comum dos outros partidos”

Olívio faz parte da oposição interna da legenda ao grupo político que comanda o diretório nacional e já se manifestou publicamente reiteradas vezes contra a proteção do PT aos envolvidos no escândalo do mensalão.

Em entrevista ao jornal Zero Hora, o ex-governador lembrou que o PT não aprendeu com as lições do episódio do mensalão e disse que o afastamento de suspeitos de envolvimento na Operação Lava-Jato “já vem tarde”.

“Tem uma ferrugem contaminando as engrenagens do partido. As punições já vêm tarde. Medidas têm de ser tomadas e já vêm tarde, porque não foram tomadas atitudes com outras coisas (mensalão) e a ferrugem foi se alastrando. É evidente que o PT, primeiro, tem de reconhecer que houve figuras importantes do partido e do governo que cometeram atos totalmente contrários aos princípios que fundamentaram a criação do PT e fundamentam a sua existência”.

Olívio afirmou também que o PT precisa “retomar a sua conduta” original. Segundo o ex-governador, o partido precisa parar de tentar transferir as responsabilidades pelas atitudes dos supostos envolvidos no esquema de corrupção na Petrobras. O petista diz que o PT “precisa dar exemplo”:

“O partido tem de demonstrar claramente isso e não ficar tergiversando, desconversando e às vezes até alisando os pelos de quem está, se não envolvido de imediato, com elementos seríssimos de que participou ou participa de esquemas que privatizam o Estado por dentro. Caímos na vala comum por essas atitudes de figuras não só como essa como de outros. Então não é uma coisa isolada. Infelizmente, estamos imitando outros partidos. Não temos que estar achando: “Ah, os outros fizeram pior, os outros fizeram igual”. Não tem que ficar querendo justificar essas atitudes. Tem de assumir que elas foram erradas, criminosas e o partido tem de retomar a sua conduta”.

Nesta sexta-feira, a direção nacional do PT está reunida em Belo Horizonte para discutir o futuro e comemorar os 35 anos de fundação do partido. Antes mesmo da conclusão da investigação sobre os desvios em contratos da Petrobras para o PT, que teriam sido mediados por João Vaccari Neto, o presidente da sigla, Rui Falcão, garante que o tesoureiro é inocente. (Zero Hora)

Mais notícias para você:



One Comment

  1. É preciso mais que valores e ideais. De onde a pretensão de não estar na vala comum? Pensar que é melhor que os outros leva a ser pior. Narcisistas estes homens do PT.

    Reply

Deixe um comentário

Your email address will not be published.