Escrito por 19:30 Política, Ratinho Junior

Ogier pede apoio de Ratinho Junior para prefeito de Curitiba e diz que vai bater chapa com Francischini no PSL

Compartilhe

Durante entrevista do governador Ratinho Junior no programa O Contraditório, comandado pelo jornalista Denian Couto, o advogado Ogier Buchi pediu apoio de Ratinho Junior na disputa da prefeitura de Curitiba e disse que vai bater chapa com o deputado Fernando Francischini no PSL na escolha do candidato a prefeito na capital. “Francischini é do partido ao qual eu pertenço e vou bater chapa com ele. Portanto, aproveito o ensejo  para pedir ao governador que me apoie, assim como eu o apoiei quando o senhor foi candidato a prefeito”, disse Ogier.

Resultado de imagem para ogier buchi

“Até processado eu fui por apoia-lo, aliás foram vários processos e graças a Deus ganhamos todos”, disse Ogier, um dos entrevistadores no programa”, completou.

Governador…

Ratinho Junior disse que apesar dos candidatos a prefeito estarem pensando nas eleições, ele disse que eu não tive tempo de fazer sequer uma reunião partidária. “Eu estou muito focado no governo. Não tem como você focar num assunto que é importante que são as eleições de prefeitos do ano que vem, sem estar com as coisas do governo organizada. Eu estou muito dedicado a isso”.

Disputa acirrada

“A eleição de prefeito é no ano que vem. Curitiba tem grandes candidatos, bons candidatos. No meu partido (PSD) tem o (deputado) Ney Leprevost, tem o deputado Francischini que também fez uma votação muito expressiva e tem o próprio prefeito Rafael Greca”, completa.

O governador disse ainda que os partidos não se definiram, ainda não tem os nomes oficializados. “É uma discussão de mais para frente, claro que os candidatos vão se movimentar” .

Ogier Buchi, no entanto, diz que vai procurar Ratinho Junior de forma oficial para pedir seu apoio. “Eu apenas estou deixando claro. Porque uma vez eu fui pedir apoio a ele para ser candidato a deputado e ele disse, não, melhor não. Viu! se eu tivesse me candidatado para deputado tinha sido mais fácil”.

Close