Written by 7:38 +, Foz do Iguaçu e Região

Obras no aeroporto vão dobrar o número de visitantes em Foz do Iguaçu, destaca Chico Brasileiro

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) destacou nesta sexta-feira, 28, o potencial de crescimento do turismo, principal fonte econômica da cidade, com a inauguração das obras de modernização do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. Ainda na sexta-feira, com a presença do ministro de Infraestrutura, Tarcisio Gomes de Freitas, do governador Ratinho Junior, e do diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, general Joaquim Silva e Luna, também foi assinada a ordem de serviço para ampliação da pista de pouso e decolagem dos atuais 2195 para 2.800 metros.

Estiveram presentes o presidente da Infraero, Brigadeiro Paes de Barros, o secretário de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, os secretários estaduais, Sandro Alex (Infraestrutura e Logística), Guto Silva (Casa Civil) e Marcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e Turismo), os deputados, Vermelho (PSD), Fernando Giacobo (PL), Schiavinato (PP), Hussein Bakri (PSD) – líder do governo na Assembleia Legislativa – e Sargento Fruet (Pros), o diretor de Coordenação da Itaipu Binacional, general Luiz Felipe Carbonell, o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla e o superintendente da Infraero, Joacir Araújo.

Com investimento de R$ 42,4 milhões, a capacidade do terminal iguaçuense duplicou, passando de 2,6 milhões para 5 milhões de passageiros ao ano. Foz do Iguaçu é segundo destino brasileiro mais procurado pelos turistas internacionais.

Dentre as melhorias concluídas no aeroporto estão mudanças na área de check-in, nova sala de embarque para voos domésticos e internacionais, expansão dos espaços destinados às áreas comerciais; além de novos banheiros, escada rolante e carrosséis de bagagens. O terminal também ganhou dois novos elevadores e quatro novas pontes de embarque (fingers), que vão melhorar a fluidez na circulação dos passageiros que embarcam ou desembarcam em Foz.

Parte delas já está em operação desde junho do ano passado. Entre elas estão a sala de desembarque doméstico com 1,2 mil m², espaço mais de três vezes maior do que a área antiga, que contava com 350 m². Além disso, também já estão funcionando o novo conjunto de sanitários e o acesso ao novo saguão de passageiros, que tem quase o dobro de tamanho, passando de 800 m² para 1,5 mil m².

“O que era um sonho, já podemos afirmar que se tornou uma realidade. O aeroporto de Foz do Iguaçu está preparado para ser um hub da América do Sul. Somado ainda ao investimento da Itaipu Binacional, que custeará a maior parte da obra de ampliação da pista, a cidade poderá dobrar o número de visitantes nos próximos anos, chegando aos 5 milhões por ano”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro.

No ano passado, o Parque Nacional, onde estão localizadas as Cataratas do Iguaçu, recebeu mais de 2 milhões de visitantes, recorde de movimento na unidade de conservação.

Voos sem escala
A pista de pousos e decolagens do Aeroporto Internacional Cataratas foi recapeada, e agora será ampliada em 600 metros, o que proporcionará um incremento das cidades atendidas sem escalas a partir de Foz, com a possibilidade de voos para a América Central e Estados Unidos. A obra, que deve durar um ano, tem valor de R$ 53,9 milhões, e os recursos são oriundos de um termo de convênio firmado entre a Itaipu e a Infraero, que contribuirão com 80% e 20%, respectivamente.

“Isso é histórico para Foz do Iguaçu, que está sendo colocado em outro patamar. Com a ampliação da pista do aeroporto em 600 metros, Foz estará definitivamente na rota das principais operadoras de turismo da Europa e dos Estados Unidos”, destacou o ministro.

Legado
“É uma obra de importância similar à da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, financiada por Itaipu, porque vai atrair mais turistas estrangeiros e movimentar toda a economia da região”, afirmou Silva e Luna. Ele lembrou que o apoio de Itaipu a obras que deixem legado para a população segue as diretrizes do governo Bolsonaro.

Outra melhoria, também realizada em parceria entre Infraero e Itaipu é a duplicação da via de acesso ao aeroporto. A obra, que já está em andamento, vai aprimorar a fluidez nas chegadas e saídas de veículos no terminal fronteiriço.

Turismo mundial
O governador Ratinho Jr também destacou que a modernização do aeroporto e a ampliação da pista de pouso e decolagem, que deverá estar pronta no segundo semestre do ano que vem, já despertam a atenção do turismo mundial.

“Temos companhia aérea da Austrália que já sinalizou que pode mudar sua conexão no Chile para Foz do Iguaçu com destino aos Estados Unidos. Foz do Iguaçu tem potencial e estamos trabalhando, em parceria com o governo do presidente Bolsonaro, Itaipu Binacional e a prefeitura, para que seja o primeiro destino visitado por estrangeiros no país”, disse o governador.

Fundo Iguaçu
“O Fundo cumpriu mais uma etapa com a elaboração dos projetos de modernização e ampliação da pista em parceria com a Infraero. Acredito que em breve nosso aeroporto será um dos mais completos da América do Sul”, afirmou o presidente do Fundo Iguaçu, Enio Eidt.

Sustentável
O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu deverá ser o primeiro sustentável do País e será piloto para outros terminais do Brasil. Para atender a requisitos de sustentabilidade haverá geração de energia por painéis fotovoltaicos, será feita a gestão de resíduos sólidos e a água da chuva será captada. Entre outras ações, o terminal contará também com um eletroposto, para o abastecimento de veículos elétricos.

(Visited 23 times, 1 visits today)

Close