por 12:02 Sem categoria

O que disse o prefeito Paulo no início do governo.

Do www.samis15.can.br

O que disse o prefeito Paulo no início do governo.

Entrevista coletiva concedida no dia 12 de abril de 2005.

PARDAIS
“Nos comprometemos a desligar os pardais e desligamos. Alias foi a única cidade a desligar os pardais, abrindo mão de mais de R$ 1 milhão por ano, mas era uma receita espúria e impura que vinha tomando o dinheiro do povo de maneira desonesta.”

Como agiu o prefeito Paulo, durante o governo:
A administração Paulo Mac Donald Ghisi instalou três vezes mais equipamentos de multa eletrônica. E no apagar das luzes do governo autorizou a instalação de novos furões (pardais nos sinaleiros). A receita, que ele chamou de “espúria e impura” e que tomava o dinheiro do povo de forma “desonesta”, continua a encher o caixa do Foztrans. A diferença é que, em vez dos sete ou oito “pardais” que funcionavam em locais estratégicos, agora os motoristas convivem com cerca de 30 equipamentos operando em diversos pontos da cidade. Apesar disso, a cidade ficou sem investimentos em sinalização viária, como as obrigatórias e necessárias faixas de pedestre, e as placas estão corroídas pela ferrugem e a pintura desgastada.

LIXO
“Reduzimos o valor do contrato (lixo) pela metade e conseguimos uma economia de R$ 12 milhões”.

Como agiu o prefeito Paulo durante o governo:
O corte nos serviços provocou a demissão de quase 200 trabalhadores de Queiroz Galvão. Sessenta máquinas foram retiradas da cidade. A população viu o mato crescer colocando a segurança e a saúde dos moradores em risco. Sem ajardinamento e cuidado com os canteiros centrais surgiram verdadeiros matagais na área central. Nos bairros os entulhos, que antes eram coletados, foram se acumulando. A dengue assustou a população. Terrenos baldios foram transformados em lixão a céu aberto. Quanto ao valor atual do contrato do lixo, ele ainda é uma incógnita.

IPTU
“Isentamos mais de 21 mil famílias e concedemos reduções significativas para mais de 30 mil. Em conseqüência tivemos uma arrecadação que quase dobrou.”

Como agiu o prefeito Paulo durante o governo:
A Prefeitura promoveu um aumento histórico no valor do IPTU. Os reajustes variaram de 150% a até 300%. Aposentados, idosos e trabalhadores foram surpreendidos com o bloqueio de contas bancárias. A prefeitura cobrou na boca do caixa. Pobres e ricos passaram pela mesma situação. A arrecadação nunca dobrou. E este ano a prefeitura desvinculou a cobrança da taxa de coleta de lixo do IPTU e ainda não cobrou. Se você acha que não deve mais nada, espere pela cobrança. Deverá ficar para o ano que vem. Isso sem contar a denuncia de suposto desvio na Secretaria da Fazenda.

SAÚDE
“Nos comprometemos a entregar remédios de uso contínuo nas casas para que não precise ir de madrugada marcar a consulta”. De acordo com Paulo Mac Donald, a administração pegou o setor com apenas duas equipes do programa saúde da família.

Como agiu o prefeito Paulo durante o governo:
A entrega do remédio com moto-taxi não passou de encenação. As pessoas continuam madrugando nas filas dos postos de saúde. Os núcleos de saúde que atendiam até as 23h foram fechados. Os pronto-atendimentos foram reformados e receberam cadeiras e televisão para distrair o usuário enquanto ele espera. O povo sofre com as filas e falta de médicos. Algumas equipes do Programa Saúde da Família, fora dos padrões do programa, estão atendendo nos postos. Entre 2003 e 2004, através do Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS), uma estratégia transitória para o PSF, e o próprio Programa Saúde da Família, foram prestados, segundo o caderno de informações da Saúde do Ministério da Saúde, 215.600 atendimentos. Na atual administração, entre 2005 e 2006, os programas atenderam 167.920 pessoas.

Contra fatos não há argumentos.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com