por 12:35 Sem categoria

O FIM DE CARREIRA POLÍTICA

Do Blog do Ronald
 
Logo após o conhecimento do resultado do pleito em Foz do Iguaçu, algumas correntes, e não poderia deixar de ser diferente, já profeciavam o final da era "Silva" bem como a queda de Reni Pereira. Bom, no meu modo de ver as coisas, acredito que não podemos acreditar totalmente nesta afirmação pois, o candidato vencedor não levou a totalidade dos votos e, somando-se a votação dos que perderam, podemos afirmar que 68.000 eleitores não estavam contentes com o governo do atual prefeito, que foi reeleito!

Analisar o resultado por este prisma e antecipar qualquer futuro da política de nossa cidade é um tanto quanto perigosa. É menosprezar mais de 40.000 votos dados ao Sâmis (foto), que tem um eleitorado fiel. Se a votação do Sâmis vem caindo, vale lembrar que a do Paulo em relação a eleição anterior também caiu, mesmo com toda máquina da prefeitura à seu dispor. Confira a íntegra do artigo clicando no

LEIA MAIS

por 12:33 Sem categoria

O FIM DE CARREIRA POLÍTICA

O FIM DE CARREIRA POLÍTICA
 
Logo após o conhecimento do resultado do pleito em Foz do Iguaçu, algumas correntes, e não poderia deixar de ser diferente, já profeciavam o final da era "Silva" bem como a queda de Reni Pereira. Bom, no meu modo de ver as coisas, acredito que não podemos acreditar totalmente nesta afirmação pois, o candidato vencedor não levou a totalidade dos votos e, somando-se a votação dos que perderam, podemos afirmar que 68.000 eleitores não estavam contentes com o governo do atual prefeito, que foi reeleito!

Analisar o resultado por este prisma e antecipar qualquer futuro da política de nossa cidade é um tanto quanto perigosa. É menosprezar mais de 40.000 votos dados ao Sâmis, que tem um eleitorado fiel. Se a votação do Sâmis vem caindo, vale lembrar que a do Paulo em relação a eleição anterior também caiu, mesmo com toda máquina da prefeitura à seu dispor.

Então, o que cabe a cada um dos iguacuenses, no momento, é uma reflexão objetiva dos fatos e já buscando aglutinar forças no sentido que tenhamos, no mínimo, 1 Deputado Federal da terra e não deputado "importado". E com essa visão, nosso prefeito use da força política para, somado aos votos dos derrotados, possamos atingir nosso objetico, que é representação em Brasília. O ego de cada um deve, para o bem de Foz do Iguaçu, ser coisa secundária, deve se pensar no município e não se lançar numa candidatura que, pela proporcionalidade, ajude a eleger uma pessoa de outros cantos do Paraná. Devemos sim, junto com as lideranças dos municípios vizinhos, criar uma força benéfica à região.

E, para finalizar, olhando o futuro dessa forma, conclui-se que a força política dos "Silvas" bem como de Reni, é ainda muito importante para nossa cidade mas, se assim não for, aí sim estaremos caminhando à passos largos para um novo monopólio político da cidade e dane-se o dono do voto!

Fechar