por 15:31 Sem categoria

Novo governo do Paraguai renova parceria de cooperação com Paraná

Novo governo do Paraguai renova parceria de cooperação com Paraná

O governador Roberto Requião recebeu nesta terça-feira (08), no Palácio das Araucárias, a visita de uma delegação paraguaia composta pelo governador de Alto Paraná, Nelson Aguinagalde, pelo cônsul do Brasil na Cidade Del Este, Fernando Cruz de Mello, por representantes de cooperativas agrícolas e grandes produtores rurais do país. Durante o encontro, o grupo apresentou interesse em estabelecer novas parcerias com o Paraná.

“Assumimos um novo desafio neste momento histórico do Paraguai, onde há um novo governo. Nossa idéia é cooperar, somos vizinhos. Creio que não temos a mesma qualidade de vida. Para que isso aconteça, temos que cooperar. O país precisa de novas alianças. Se Alto Paraná tiver o apoio do governo do Paraná, vamos produzir muito mais e contribuir para o crescimento do país”, afirmou o governador de Alto Paraná, Nelson Aguinagalde.

De acordo com Aguinagalde, o contato permitirá que o Paraguai aprenda sobre ações importantes desenvolvidas pelo Paraná. “Estamos interessados nos projetos de agricultura e nas questões industriais, pois o Paraguai hoje tem a menor carga tributária. Esta é umas das ações que também queremos discutir com os empresários”, disse.

Para Requião a cooperação é fundamental para os dois lados. “Trata-se de uma grande oportunidade. Estamos colocando o nosso estado à disposição da reorganização do país, da transferência de tecnologia, do treinamento de pessoas. O Paraguai tem que ter no Brasil um irmão, um amigo, nunca um explorador. E é isso que ele vai encontrar a partir de agora”, destacou.

O governador ainda lembrou que o Paraná vive uma nova fase com a eleição do Fernando Lugo. “O país está sendo dirigido por um presidente sério, um bispo da igreja católica com a história absolutamente correta. O Paraguai tem uma oportunidade maravilhosa porque o presidente Lula está com uma disposição enorme para ajudar o país”, enfatizou ainda.

O secretário especial de Relação com a Comunidade, Milton Buabssi, explicou que a idéia do Paraná é estabelecer com o governo paraguaio uma programação que auxilie o país a desenvolver os projetos semelhantes aos do Paraná. “Nós faremos um programa-piloto e, daí para frente, o próprio Paraguai poderá trabalhar. Nós estamos trabalhando neste intercâmbio para procurar a melhor forma de sermos parceiros do Paraguai”, disse.

Fechar