por 09:31 Chico Brasileiro, Destaques, Foz do Iguaçu

“Não vamos continuar com esse transporte coletivo ruim e perverso com a população”, diz Chico Brasileiro

 
A comissão municipal que investiga o contrato com o consórcio de empresas do sistema de transporte coletivo pediu mais uma semana de prazo para entregar o relatório. O novo prazo se dá por questões legais e da análise de informações e dados que embasarão o parecer da Procuradoria Geral do Município. Este documento será entregue ao prefeito Chico Brasileiro que já adiantou que vai tomar uma decisão definitiva sobre a atual situação do modal.

“Não vamos continuar com esse transporte coletivo ruim e perverso com a população. As empresas conseguiram, inclusive, um aumento de passagem através de uma ordem judicial porque o reajuste está previsto neste contrato nocivo e lesivo. As empresas conseguiram na justiça um reajuste e a passagem vai para R$ 4,10”, disse o prefeito neste sábado, 22, quando anunciou a compra de ônibus financiados pela Caixa Econômica Federal.

O contrato com o Consórcio Sorriso foi assinado em 2010 no governo anterior a de Chico Brasileiro. São três empresas – duas do mesmo grupo – que operam 45 linhas regulares e uma metropolitana entre e foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu.

Nos últimos anos, o Foztran já aplicou 196 multas pelo descumprimento das exigências previstas no contrato, que por sinal, atente majoritariamente os interesses do consórcio e outras 13 multas por descumprimento do decreto de intervenção entre 2 de novembro de 2020 e 31 de janeiro de 2021. Uma das multas equivale a R$ 200 mil

Novos ônibus
“Ontem nos reunimos com a Caixa Econômica Federal e estamos iniciando uma operação de crédito para compra de ônibus para prefeitura não ficar mais refém dessas empresas que exploram e ganharam muito. Na hora do sufoco, querem tirar dinheiro do poder público”, reafirmou o prefeito no programa Foz em Ação na Rádio Cultura.

Chico Brasileiro afirma ainda que consórcio já pretendeu que o poder público o indenizasse em função da pandemia, mas quando “engordava os cofres” estava tudo bem. “Eu vou abrir a conversa com a Câmara de Vereadores, vamos buscar uma operação de crédito que já está bem encaminhada para que possamos comprar ônibus modernos, de preferência os ônibus elétricos para que Foz do Iguaçu tenha ônibus sustentáveis”

Os moradores precisam, disse Brasileiro, de um bom serviço com conforto e segurança, preferencialmente, em ônibus que não poluem o meio ambiente e que a prefeitura está no caminho de uma resposta independente da situação do contrato. “Vamos comprar esses ônibus para que Foz do Iguaçu possa virar a página em relação ao transporte coletivo e construir um sistema bem avançado de um novo modelo de transporte coletivo que realmente dê dignidade ao iguaçuense que precisa usar o transporte coletivo”.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com