por 08:57 Chico Brasileiro, Foz do Iguaçu

Não tome remédio para covid sem receita médica, diz Chico Brasileiro

Não há melhor remédio contra a covid do que a vacina e o distanciamento do social. Ficar em casa, não tomar remédios sem receituário médico, e evitar aglomerações nos feriados e finais de semanas é o apelo de gestores e especialistas neste momento agudo da doença e da superlotação de hospitais e unidades de saúde.

A automedicação e a desinformação nas redes sociais jogam a favor do coronavírus e contribuem com uma boa parte de internações e ocupação de leitos de UTI. O prefeito Chico Brasileiro alerta a população para evitar o consumo de remédios sem receita médica e sem comprovação de eficácia.

“Cada vez são mais pessoas entubadas nas UPAs (unidades de pronto atendimento) e hospitais porque estão tomando medicação sem receita médica”, disse. O apelo leva em consideração o alto índice de internamentos do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, que está há mais de dois meses com 100% de ocupação das UTIs covid.

“É triste ver isso. Ainda ontem conversei com o parente de uma pessoa que está entubada e perguntei ‘ele não foi ao médico? Tem o plantão covid, liga no plantão e vai ter uma orientação médica’, E a resposta foi: ‘Não, ela foi na farmácia e comprou um remédio’”, contou o prefeito no programa semanal na Rádio Cultura.

Riscos

A automedicação é o uso de medicamentos sem o receituário de um profissional de saúde qualificado. Em outras palavras, é o consumo de remédios por conta e risco próprios da pessoa. “A farmácia exerce um papel fundamental ao aviar ou vender o medicamento prescrito na receita médica”, lembrou. Agora, comprar um remédio por conta própria, porque alguém disse que isso resolve seu problema, não é a solução. “Estamos cheio de pacientes entubados nas UPAs porque estão tomando esses kits vendidos sem receita médica”, disse.

“Sei que, no desespero, a pessoa toma alguma coisa, mas vamos nos amparar naquilo que é certo, naquilo que é científico, naquilo que a medicina nos orienta. Se tiver, seja qual for o desfecho do caso, seja qual for o resultado de um tratamento, mas se ele for prescrito e receitado por um médico, com certeza vai ser o melhor caminho”, orientou.

Saúde pública

Chico Brasileiro atentou ainda que não é porque na internet diz que um remédio é bom que ele pode ser usado sem uma consulta médica. “A pandemia não é questão política ou ideológica, é questão de saúde pública”.

“Não estou dizendo que não tem que ter medicação”, disse ao lembrar que, no sistema municipal de saúde, os médicos aplicam os medicamentos necessários aos pacientes. “Mas não é uma receita pronta, não é um kit pronto. É de acordo com cada caso, com cada paciente”, afirmou.

PMFI

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com