Escrito por 18:33 Destaques, Economia, Foz do Iguaçu

Na ausência dos presidentes, prefeitos comemoram reabertura da Ponte da Amizade

Compartilhe

Chico Brasileiro, prefeito de Foz do Iguaçu e Miguel Prieto, prefeito de Ciudad del Este, reuniram-se nesta quinta-feira (15), na aduana da cidade paraguaia, para celebrar a reabertura da Ponte da Amizade, fechada desde 18 de março, no início da pandemia de coronavírus na região.

Acompanhados de assessores e secretários, os dois prefeitos ficaram reunidos por cerca de 16 minutos.

“Sorte para nós, para Foz e Ciudad del Este, para o Brasil e Paraguai e vamos vencer essa doença juntos. Já estamos vencendo, na verdade. E agora vamos reerguer nossos comércios e nossas cidades, e teremos um futuro muito melhor”, celebrou o prefeito Chico Brasileiro.

O prefeito paraguaio ainda comentou: “Celebramos a reativação comercial, com responsabilidade e irmandade. Hoje recebemos o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, com quem coordenamos em conjunto os protocolos locais para uma reabertura segura”, escreveu em sua página oficial.

Anteriormente estava programa para celebrar a reabertura da fronteira, a presença dos presidentes Jair Bolsonaro (Brasil) e Mario Abdo Benítez (Paraguai), mas o encontro entre os dois foi adiado, porém a reabertura mantida para a mesma data inicial.

Acesso

Brasileiros podem acessar Ciudad del Este via Ponte da Amizade das 5h às 14h somente de carro, vans, motos ou caminhões. Após as 14h não será mais permitida a entrada de brasileiros. Uma vez em Ciudad del Este, o prazo para deixar o Paraguai é de 24h. Quem for além dos 30 km da região permitidos no acesso, deverá ter documentos pessoais e laudos de saúde em dia, além de cumprir a quarentena obrigatória.

Paraguaios não têm restrições de acesso ao Brasil, de acordo com portaria publicada na noite de quarta-feira (14). Podem vir ao Brasil a pé ou por automóveis e motos e não há limite de circulação e nem tempo de permanência no país.

Close