por 16:55 Sem categoria

Municípios da Tríplice Fronteira criam parlamento trinacional

Municípios da Tríplice Fronteira criam parlamento trinacional

Reunião preliminar convocada em menos de 24 horas teve adesão total de políticos da Tríplice Fronteira. Em abril será criado o Parlamento Trinacional dos Municípios

Uma mobilização rápida e uma resposta política ainda mais convincente marcaram a reunião preliminar para instalação do Parlamento Trinacional de Municípios que deverá ser oficializado na segunda quinzena de abril. O dia para criação e aprovação do regimento interno da nova entidade será anunciado pelo presidente da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Carlos Juliano Budel, responsável pela organização da reunião de hoje (16) no plenário da Câmara de Foz do Iguaçu.

Em menos de 24 horas, lideranças políticas de seis municípios – Foz do Iguaçu e Santa Terezinha do Iguaçu (Brasil), Puerto Iguazú (Argentina) e Hernandárias, Presidente Franco, Ciudad del Este e Mingua Guazú (Paraguai) – atenderam ao apelo de Carlos Budel e se mobilizaram rapidamente. Por volta das 10 horas, Budel e o intendente de Ciudad del Este, Javier Zacarias Irun, estiveram reunidos com o delegado da Polícia Federal em Foz do Iguaçu, Gilberto Tragancin.

O assunto da reunião foi o anúncio da construção de um muro do lado brasileiro da Ponte da Amizade que provocou reações imediatas no lado paraguaio. Lá, as lideranças políticas ficaram apreensivas com um novo colapso no comércio entre os dois países, bastante reduzido desde o rigor na fiscalização desencadeada pela Receita Federal do Brasil na tentativa de conter o contrabando e tráfico de armas e drogas na fronteira.

Como os municípios da Tríplice Fronteira apresentam problemas comuns, como o combate ao tráfico, às doenças endêmicas (dengue) e ao desemprego, os presidentes das Câmaras Municipais decidiram criar um bloco permanente de discussão e condução de trabalhos que deverá ter o nome oficializado na primeira reunião marcada para a segunda quinzena de abril: Parlamento Trinacional de Municípios.

Uma minuta deste novo projeto foi distribuída a todos os presentes pelo presidente da Câmara de Foz do Iguaçu, Carlos Juliano Budel. Estiveram presentes à reunião o presidente da Câmara Municipal de Ciudad del Este (PY), Nelzon Aguinagalde, Blás Leguizamon Ruiz (presidente da Junta Municipal de Hernandárias-PY), Blás Francisco Barboza (vereador em Presidente Franco-PY), Oscar Gonzalez Drakeford (deputado nacional do Alto Paraná-PY), Juan Portivo (vereador em Presidente Franco), Castro Oscar Bernardo (vereador deliberante em Puerto Iguazu–PY), Edionne Vitorassi (vereadora de Santa Terezinha de Itaipu), Izanildo Brambati (presidente da Câmara de Santa Terezinha de Itaipu), vereadores de Foz do Iguaçu, Professor Sérgio de Oliveira, Pedro Hsu, Tadeu Madeira e Geraldo Martins.

Ainda durante o encontro, Budel oficializou convite a todos os presentes para participar do XVIII Congresso Latino-Americano de Parlamentos Municipais que será realizado entre 22 e 24 deste mês no município de Lujan de Cuyo, Província de Mendoza (Argentina).

Entre os temas abordados estão direitos humanos, políticas de fronteira e integração, autonomia municipal, parlamento do Mercosul, e eleição da nova Mesa Executiva do Comitê Latino-Americano de Parlamentos Municipais, presidida pela uruguaia Suzane Pereira e que tem Carlos Budel como vice-presidente.

Grande expectativa

Este terceiro instrumento de integração especificamente direcionado para  assuntos da Tríplice Fronteira, foi muito bem recebido pelas lideranças políticas. Para Nelzon Aguinagalde, é chegado o momento de união mais firme para os propósitos das populações desta região única na América Latina e que engloba mais de 700 mil pessoas em sua grande área metropolitana.

O deputado nacional paraguaio Oscar González, disse que a idéia foi muito bem recebida e que todos têm muito trabalho daqui pra frente nesse processo de integração que não se restringe somente à economia, mas também a questões sociais e de melhoria da qualidade de vida das populações.

Para o presidente da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Carlos Budel, a reunião de hoje foi um marco histórico para a Tríplice Fronteira, porque a criação deste parlamento “vai colocar as discussões em níveis maiores, possibilitando que soluções mais complexas sejam adotadas para melhorar a vida de brasileiros, paraguaios e argentinos que vivem nesta região”.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com