Escrito por 13:26 Justiça, Sobre quem

MP recorre da absolvição de assassino de Bueno

Compartilhe

O promotor Luiz Carlos Hallvass Filho recorreu da decisão do Tribunal do Júri que absolveu o assassino confesso do escritor Wilson Bueno em maio de 2010. O garoto de programa Cleverson Petreceli Schmitt, de 24 anos, foi absolvido por quatro votos a três, em um julgamento que durou mais de dez horas. Informações da CBN Curitiba.

Hallvass Filho recorreu da decisão porque houve contradição no resultado do julgamento já que os jurados reconheceram a autoria do crime mas acabaram absolvendo o réu. “Os jurados ao decidirem o caso eles reconheceram que o réu é homicida. Ficou contraditória a decisão e é esse é motivo do recurso ao Ministério Público”, disse o promotor. Cleverson Schmitt pode ser solto a qualquer momento.

Close