0 Shares 186 Views

Motoristas e cobradores podem parar nesta quinta-feira, 8, em Curitiba

6 de janeiro de 2015
186 Views

0601 greve curitiba onibus transporte publico pagamento motoristas cobradores

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) se movimenta, mais uma vez, para passar o abacaxi para o Governo do Estado. Passou ao Sindimoc (sindicato dos motoristas) e ao Setransp (sindicato das empresas de ônibus) que atrasou o pagamento das empresas porque o Estado não repassa os subsídios do transporte coletivo. Quem está atrasado com os repasses é a própria prefeitura, há nove meses. Resumo da ópera: motoristas e cobradores de ônibus de Curitiba devem entrar em greve já nesta quinta-feira, 8, porque as empresas não pagaram o adiantamento salarial previsto para o dia 20 de cada mês.

“Vamos esperar até o fim do expediente bancário para saber se os valores devidos serão depositados na conta dos trabalhadores”, disse Dino César, vice-presidente do sindicato dos motoristas e cobradores. “Sem pagamento, a greve começa a zero hora desta quinta-feira e só voltaremos depois que os patrões pagem tudo o que precisa ser pago.”

“O 13° foi pago a muito custo, mas as empresas não tiveram como depositar o adiamento salarial, previsto para dia 20 de dezembro”, diz nota do Setransp. A paralisação de quinta-feira foi aprovada em assembleia de 29 de dezembro, na Praça Rui Barbosa. Naquela segunda-feira, os motoristas e cobradores pararam por duas horas em protesto ao não pagamento do adiantamento salarial que deve ser depositado no dia 20 de cada mês.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.