Written by 10:40 Justiça

Moro nega pedidos para separar processos da Operação Lava Jato

Moro nega pedidos para separar processos da Operação Lava Jato

O Juiz Federal Sérgio Moro negou seis pedidos para separar processos da Operação Lava Jato conduzidos por ele. Advogados de réus querem que as ações fiquem nas mãos da Justiça em outros estados e varas. Moro afirmou, em despacho, que dispersar processos da Lava Jato seria “desastroso”. As informações são da repórter Rafaela Moron na CBN/Curitiba.

Os advogados que representam o presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e os executivos: Alexandrino Alencar, César Ramos Rocha, Márcio Faria, Rogério Araújo e o ex-gerente da Petrobras, Celso Araripe, querem que as ações fiquem sob cuidados da Justiça no Rio de Janeiro, em Vitória, no Espírito Santo e nas mãos de outras varas federais criminais, em Curitiba. O Ministério Público Federal se manifestou contra mudanças.

Os réus são acusados de participar de fraudes em obras na Petrobras envolvendo pagamento de propina à ex-diretores da empresa e partidos políticos. O pedido de separação dos processos foi feito depois que o Supremo Tribunal Federal decidiu desmembrar uma ação da Lava Jato que apura desvios no Ministério do Planejamento.

No despacho que indeferiu o pedido de separação, Sérgio Moro afirma que dispersar os vários processos entre diferentes juízos seria desastroso. Segundo Moro, o fatiamento levaria à dispersão das provas e ao risco de decisões contraditórias por diferentes juízes. As defesas ainda podem recorrer da decisão na segunda instancia da Justiça Federal.

(Visited 6 times, 1 visits today)

Close