por 12:25 Sem categoria

Moreira assume compromissos com usuários de bicicleta

Dia Mundial Sem Carro
Moreira assume compromissos com usuários de bicicleta

Carlos Moreira (15) participou, na tarde desta segunda-feira (22), de um encontro promovido pelo Movimento Bicicletada Curitiba. Todos os candidatos à prefeitura da capital foram convidados para o evento, que aconteceu no Dia Mundial Sem Carro, no auditório da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe) da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O candidato à reeleição, Beto Richa, não compareceu ao encontro.

“A falta de uma política urbana para a bicicleta em Curitiba justifica a ausência do atual prefeito. Ele não deixou de vir porque tinha outros compromissos, mas sim porque a questão da bicicleta não importa, de modo algum, para o grupo que está administrando atualmente a cidade. Existe um descaso”, afirmou Goura Natarej, um dos participantes do movimento, que já existe há três anos e congrega mais de cem pessoas.

Moreira assinou uma carta, redigida por integrantes do movimento, assumindo compromissos com os usuários de bicicleta. Caso seja eleito, o candidato do PMDB se compromete a dar prioridade, no mandato, ao transporte coletivo e às formas de mobilidade não-motorizadas, aplicar políticas públicas continuadas e sistemáticas para a inclusão efetiva da mobilidade ciclística no sistema municipal de transporte, estabelecer e propor no orçamento do município recursos financeiros para a instalação de estruturas cicloviárias adequadas (ciclovias, ciclofaixas, bicicletários), apresentar à sociedade o balanço anual das propostas e medidas em favor da mobilidade ciclística, entre outros pontos.

“Definitivamente, Curitiba não é uma cidade amiga da bicicleta. As ciclovias existentes na cidade estão voltadas para o lazer, não para o trabalhador que quer se deslocar de bicicleta até o seu emprego. Não há sinalização e localização adequadas, as ciclovias dividem espaço com os pedestres. Infelizmente, a visão da atual gestão não é a da mobilidade urbana, mas a do lazer. É necessário enfrentar o problema, até porque esta é uma questão de saúde e de trânsito”, ressaltou Moreira.

O candidato do PMDB enfatizou o descaso da atual administração municipal com os usuários de bicicleta. “Um exemplo claro de que a prefeitura não está preocupada com eles é a forma como a ciclovia da Linha Verde foi desenhada. Existe uma curva atrás da outra”, salientou. Natarej reiterou as afirmações feitas por Moreira. “Curitiba não tem mesmo uma política urbana para a bicicleta, isso é um fato. Existem ciclovias, mas elas são mal cuidadas e não foram construídas pensando-se na bicicleta como um meio de transporte”, destacou.

Grupo de Amigos Solidários

Carlos Moreira (15) também se reuniu na tarde desta segunda-feira (22) com integrantes do Grupo de Amigos Solidários na Dor do Luto, composto por pessoas que perderam entes queridos. O grupo existe há quase dez anos e se encontra semanalmente em uma sala do prédio central da Universidade Federal do Paraná (UFPR). “Conseguimos a sala para os encontros através do Moreira, quando ele era reitor da universidade. Somos muito gratos a ele por isso. Tínhamos vontade de nos reunir num lugar de fácil acesso para as pessoas e que fosse aberto a todas as religiões”, conta Zelinda De Bona, coordenadora do grupo.

Moreira falou sobre a importância de se abrir as portas da UFPR para a comunidade. “Sempre tive um diagnóstico óbvio. Eu achava que a universidade era muito fechada, elitista e não tinha ligações com a comunidade externa. Enquanto reitor, promovi essa abertura, afinal toda a população também faz parte da instituição, que é pública. Curitiba, em geral, precisa abrir várias portas para o seu povo, e nós do PMDB vamos fazer isso”, ressaltou o candidato.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com