0 Shares 229 Views

Missões Jesuítas são reconhecidas como bens culturais do Mercosul

30 de maio de 2015
229 Views

jesuitas

do Portal Brasil

As Missões Jesuítas Guaranis, Moxos e Chiquitos foram reconhecidas, pela Comissão de Patrimônio Cultural do Mercosul, como patrimônios culturais da região na última quarta-feira (27). A proposta de candidatura foi elaborada por especialistas da Colômbia, do Chile e Equador, com o objetivo de ressaltar os valores e a importância das Missões para o cenário cultural dos países da América Latina.

O sistema das Missões Jesuíticas faz parte de uma herança comum entre cinco países componentes do Mercosul (Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai). O reconhecimento foi elaborado a partir do desejo de ver preservados os valores históricos, urbanísticos, arquitetônicos, artísticos e arqueológicos da região.

A representante do Comitê Técnico criado para essa finalidade, Patrícia Huenoqueo Canales, afirmou que os esforços conjuntos entre os países foram essenciais para que a Comissão de Patrimônio Cultural alcançasse esse resultado. “Esse reconhecimento constitui um vínculo entre cinco países e, dentro dessa perspectiva, chegamos a um grande avanço para a valorização do patrimônio cultural em comum dessa região.”

Os remanescentes missioneiros de São Miguel Arcanjo, no Brasil, foram inscritos na Lista do Patrimônio Mundial em 1985, junto às reduções de San Ignácio Mini, Santa Ana, Nuesta Señora de Loreto e Santa Maria Mayor, na Argentina. Esses são os principais remanescentes das missões jesuíticas em território Guarani, caracterizando uma particular organização social e forma de ocupação do território sul-americano.

Pajada
Assim como o sistema de Missões Jesuítas, a pajada, uma espécie de poesia improvisada predominante em alguns países da América do Sul, também foi reconhecida como Patrimônio Cultural do Mercosul.

Comum em países como Argentina, Chile e Paraguai, no Brasil, a poesia também é conhecida no Rio Grande do Sul.

O reconhecimento desse patrimônio, considerando seus aspectos culturais singulares, ressalta a necessidade de valorizar e reconhecer a importância dos versos e da musicalidade desse bem cultural.

AQUI para ler masi sobre o tema

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.