0 Shares 297 Views

Memória paraguaia

19 de abril de 2016
297 Views

Amauri-EscuderoFernando Tupan

O ex ministro de Comunicação do Paraguai, Martin Sannemann (depois Embaixador do Paraguai na OEA), acompanhava pela TV a votação do impeachment, em Assunção, quando viu o voto 342 de aprovação do processo ser proferido pelo deputado Bruno Araújo (PSDB de Pernambuco).

Imediatamente ligou para seu amigo Amauri Escudero, para lembrá-lo que foi ele como líder do PSDB na Câmara dos Deputados que ajudou o governo paraguaio a enfrentar a turba petista no episódio do impeachment de Fernando Lugo e da posse do vice Federico Franco, Partido Liberal Radical Autêntico.

Toda a articulação dos paraguaios com o PSDB e a oposição em Brasília foi intermediada por Escudero e o deputado Luiz Carlos Hauly. “Incrível é o destino que deu a Araújo o papel decisivo nos dois impeachment – o paraguaio e agora o brasileiro” – falou Sannemann.

Foto: divulgação

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.