por 10:00 Brasil, Destaques, Jair Bolsonaro

Manifestantes saem às ruas em protesto contra Bolsonaro

Manifestação contra Bolsonaro em Curitiba. Colaboração

No primeiro ato após o superpedido de impeachment protocolado na Câmara dos Deputados, manifestantes saíram às ruas das maiores cidades do país no sábado (3) em protesto contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Em Curitiba, a manifestação aconteceu à tarde. A concentração ocorreu em frente ao prédio da UFPR (Universidade Federal do Paraná) na Praça Santos Andrade. Com faixas e cartazes pedindo a saída do presidente do cargo, os manifestantes cobraram também mais vacinas para a imunização da população contra a covid-19. Além do Curitiba, no interior do estado, pelo menos 15 cidades também organizaram manifestações. As informações são do Paraná Portal.

A manifestação nacional estava prevista para o fim do mês, mas foi antecipada após as acusações de crime de prevaricação no caso da compra da vacina Covaxin. Nesta semana, os eventos ganharam aderência de quadros de fora da esquerda, que até agora era preponderante nos protestos.

Cinco capitais da região Nordeste (Recife, Teresina, São Luís, Maceió e João Pessoa) e três no Norte (Belém, Porto Velho e Boa Vista) tiveram protestos durante a manhã. No Rio de Janeiro, manifestantes estavam reunidos, desde as 10h, com máscaras, placas e camisas personalizadas.

Manifestação com PT e PSDB

Em São Paulo, a manifestação estava marcada para começar às 15h. Às 15h20, manifestantes já ocupavam uma faixa da avenida Paulista entre o Masp e a rua Augusta. A pauta do protesto reúne integrantes do PT e PSDB, partidos historicamente antagônicos, mas que estão presentes na manifestação. Membros do PDT, PCdoB e PCO também compareceram ao ato com faixas e cartazes pedindo a saída de Bolsonaro.

Alguns partidos organizaram tendas para vender camisetas e canecas, além de distribuírem adesivos e máscaras de proteção de modelo PFF2, o mais eficiente contra o vírus causador da covid-19. Centrais sindicais e entidades estudantis, como UNE, UJS e UMES, também participam da manifestação. A Frente Povo Sem Medo e Frente Brasil Popular ajudaram na organização e participam do ato.

No Recife, manifestação ocorreu pela manhã, e saiu da praça do Derby para uma caminhada pelas ruas da região central da capital pernambucana. Após o episódio que envolveu violência da Polícia Militar, o governo do estado colocou nas ruas os chamados “agentes de conciliação” no lugar de policiais. Eles ajudaram e orientaram as pessoas que foram às ruas no protesto hoje.

Houve ainda eventos em cidades fora do Brasil.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com