por 12:29 Sem categoria

MÁFIA LARANJA COM TUDO EM CURITIBA

Parece que está longe de acabar as irregularidades na concessão de licenças para táxis em Curitiba. A Máfia Laranja, como passou a ser denominada, continua com tudo na capital paranaense. O comércio ilegal de placas de táxi está parado por causa do recadastramento, adotado após denúncias da Gazeta do Povo. Pelo menos cem permissionários aguardam o fim do processo para “doar” sua placa.

A Urbanização de Curitiba S/A prorrogou por mais 90 dias o recadastramento de táxis, realizado em resposta às denúncias. Até sexta-feira (19), quando deveria ter acabado o prazo, 1.841 dos 2.252 carros em circulação na capital haviam sido recadastrados. Contudo, novas fraudes põem a medida em xeque. Médicos, advogados, funcionários públicos e pessoas residentes em outros países estão assinando declarações falsas para manter a posse da licença.

Pelas regras da Urbs, o permissionário precisa atestar por escrito não exercer outra atividade pessoal remunerada, mas há casos em que ele confirma essa informação mesmo tendo outras fontes de renda. De acordo com a instituição, se confirmada a fraude a pessoa pode perder a permissão e responder a processo criminal por prestar declaração falsa, o que constitui crime de falsidade ideológica previsto no artigo 299 do Código Penal. (Leia mais)

Fechar