por 09:16 Destaques

Lula e Ciro venceriam Bolsonaro no 2º turno, diz PoderData

Pesquisa PoderData realizada nesta semana em todo o país com 3.500 pessoas indica que, se a eleição presidencial fosse hoje, Jair Bolsonaro (sem partido) iria para o 2º turno junto Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O atual presidente tem 30% e o petista pontua 34%. Como a margem de erro do levantamento é de 1,8 ponto percentual, para mais ou para menos, há um empate técnico no limite desses percentuais.

A polarização é grande. Depois de Bolsonaro e Lula, todos os demais candidatos testados ficam com menos de 10%. O ex-juiz federal da Lava Jato Sergio Moro (sem partido) tem 6%. Ciro Gomes (PDT), 5%. O empresário e apresentador da TV Globo Luciano Huck (sem partido) fica com 4%. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) pontua 3%. João Amôedo (Novo) tem 3% e Luiz Henrique Mandetta (DEM), 2%.

Realizada de 15 a 17 de março de 2021, a pesquisa do PoderData, divisão de estudos estatísticos do jornal digital Poder360, ouviu 3.500 pessoas com 16 anos ou mais em 545 cidades em todas as 27 unidades da Federação.

 

Quando o PoderData simula eventuais cenários de 2º turno, Bolsonaro fica numa situação muito menos confortável do que no estudo de dezembro de 2020, quando vencia em todos os cenários de 1º e de 2º turnos.

Lula estava inelegível naquela ocasião e, por isso, e não foi testado. Agora, teve os processos anulados pelo STF (tudo terá de começar novamente). No confronto com o atual presidente numa simulação de 2º turno, o petista pontua 41%. Bolsonaro fica com 36%. São 5 pontos percentuais de diferença, além da margem de 1,8 ponto do levantamento, segundo o PoderData.

No caso de eventual enfrentamento com Ciro Gomes, nova derrota de Bolsonaro. Há 3 meses, em dezembro de 2020, Ciro tinha 35% e perdia para o atual presidente, que pontuava 44% (9 pontos de diferença). Agora, o cenário se inverteu. Ciro foi a 39% e Bolsonaro desceu 10 pontos, para 34%.

Também melhorou no cenário de 2º turno o apresentador Luciano Huck. Ele pontua 40% contra 37% de Bolsonaro. Essa diferença (3 pontos) ainda os coloca empatados tecnicamente, mas é notável o fato de Huck estar numericamente à frente. Em dezembro 2020, Bolsonaro tinha 44% e Huck 38%.

 

Informações: Reprodução/Poder360

Fechar