Escrito por 10:01 Economia, Foz do Iguaçu

Lojas Francas devem mudar cenário econômico nas cidades de fronteira

Compartilhe

No painel do VII Seminário Fronteiras do Brasil, sediado em Foz do Iguaçu, realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), de 18 a 20 de novembro, o consultor em importação e exportação, regimes aduaneiros especiais e lojas francas, Oscar Bentacourt, falou sobre a mudança do cenário econômico das regiões fronteiriças produzida pelas chamadas free shops.

O consultor apresentou o panorama que culminou com a aprovação da legislação brasileira para permitir a instalação de lojas francas nas cidades gêmeas, aprovada em 2012. Com a autorização para funcionamento liberada pela Receita Federal, em 2018, iniciou-se a ‘peregrinação’ dos empresários para vencer os trâmites e abrir as portas das lojas, que estão em franca expansão.

Bentacourt usou mapa elaborado pelo IDESF em recente matéria publicada neste site sobre A franca evolução das free shops nas fronteiras brasileiras para ilustrar o cenário atual das lojas francas no Brasil e destacou que o modelo é uma alavanca, pois vai possibilitar a instalação de outros negócios e contribuir para mudar a realidade das cidades fronteiriças.

“O que faz um jovem de 16 anos na fronteira? Ele não tem mais o que fazer: ou vai embora, ou fica ali exposto ao crime, ao assédio para fazer um descaminho, a mula que a gente chama”, disse o consultor, como exemplo de opção que as lojas francas têm para melhorar vida das pessoas que moram nessas dessas cidades.

Close