Written by 15:00 +, Curitiba

Lei contra fogos de artifício com barulho valerá a partir de 2020 em Curitiba

A partir de sexta-feira (20) vai ser lei: os fogos de artifício com barulho serão proibidos oficialmente em Curitiba. O prefeito Rafael Greca (DEM) vai sancionar a lei 15.585/2019, aprovada na Câmara dos Vereadores em novembro, que determina a proibição. Entretanto, a medida só passa valer a partir de 2020. Portanto, nas festas de Natal e Ano Novo de 2019, a partir da semana que vem, ainda está liberado soltar rojões de tiro. As informações são da Tribuna do Paraná.

A proibição só vale a partir do ano que vem porque a lei só entra em vigor quatro meses após publicação da sanção no Diário Oficial do Município. Portanto, a probabilidade é de que entre em vigor em abril de 2020.

A autora do projeto foi a vereadora Fabiane Rosa (DC), dedicada às causas de defesa animal.  No projeto, Fabiane alega que além dos animais domésticos e silvestres, crianças, pessoas autistas e portadores de epilepsia também sofrem com o barulho causado pelos fogos de artifício. “Se olharmos para a nossa história, muitas coisas que eram tradição foram mudadas. Pelo bem de todos, muitas outras precisam ser alteradas”, declarou a vereadora logo após o projeto passar em segundo turno na Câmara.

Prejuízo ao setor
O setor que produz e vende fogos de artifício teme que a sanção de Greca gere desemprego. O  empresário Rodolpho Aymoré, presidente da Associação Industrial e Comercial de Fogos de Artifício, teme que o número de demissões chegue a 1.260 pessoas aproximadamente com a aprovação da lei nos próximos três meses. “Teremos 168 lojas fechadas em três meses. Acredito que em um ano vamos atingir uma dissolução de 70% das empresas em Curitiba”, declarou à Tribuna em novembro.

(Visited 6 times, 1 visits today)

Close