por 17:59 Sem categoria

LDO MOSTRA QUE EDUCAÇÃO INFANTIL NÃO É PRIORIDADE

LDO MOSTRA QUE EDUCAÇÃO INFANTIL NÃO É PRIORIDADE

A Câmara Municipal de Curitiba vota nesta semana o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que servirá de base para a elaboração do orçamento do município para o ano que vem. O mandato da vereadora Professora Josete (PT) analisou a proposta e constatou o desinvestimento nas unidades da educação municipal.

Segundo o projeto, para 2009 a prefeitura prevê a construção de apenas três CMEIs. Na LDO do ano passado, que definiu as diretrizes para o orçamento de 2008, a intenção do Executivo era construir seis novos equipamentos de educação infantil. Nenhuma dessas construções foi sequer iniciada.

Outro número que despencou na LDO é o de ampliações de CMEIs. Enquanto no ano passado a lei trazia a previsão de 14 dessas obras, a deste ano estipula apenas cinco. Esse desinvestimentos por parte da prefeitura contraria a realidade as necessidades da população.

Segundo levantamento do Ministério Público do Paraná (MP-PR), entre 40 e 45 mil crianças estão sem creche em Curitiba. Houve o aumento de pelo menos 21% em relação às 33 mil que esperavam por vagas em 2004, ano em que o atual prefeito foi eleito.

A administração municipal contesta os números, afirmando que o cadastro de fila de espera está em 10 mil crianças. Mesmo assim, três CMEIs são insuficientes para suprir a demanda. Se considerarmos que essas unidades estão superlotadas, a carência de investimento é ainda maior.

Ainda na área da Educação, a previsão de obras em escolas do município em 2009 também é menor do que a de 2008. Enquanto a LDO do ano passado previa a ampliação de cinco escolas, a deste ano coloca apenas três. As escolas a serem reformadas também caíram de 15 para apenas quatro.

Fechar