Written by 17:18 Sem categoria

Justiça acata ação contra prefeito de Londrina Barbosa Neto por improbidade

Foi acatada pelo juiz Bruno Pegoraro, da 1.ª Vara Cível de Londrina, a ação civil pública por improbidade administrativa contra o prefeito Barbosa Neto (PDT), dois secretários e uma publicitária. A ação foi proposta em outubro do ano passado pela Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Londrina.

O Ministério Público questiona um aditivo de contrato de cerca de R$ 20 mil para incluir a divulgação de quatro eventos que fizeram parte da programação do aniversário de Londrina em 2009. A Intervox foi a empresa contratada para fazer o serviço. As irregularidades apontadas pelo MP são a dispensa de licitação e erros no aditivo.

Além do prefeito de Londrina, foram citados na ação o secretário de Comunicação, José Otávio Ereno, o secretário de Gestão Pública, Marco Cito e a publicitária Renata Cristina Manttovani, proprietária da Intervox.

Mais uma ação

A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público em Londrina, também entrou no início do mês de maio com uma ação judicial contra Barbosa Neto (PDT). A promotoria denunciou o prefeito por improbidade administrativa por ter colocado vigilantes de uma empresa de segurança privada contratada pela prefeitura de Londrina para fazer o serviço na emissora de rádio Brasil Sul, que pertence à família dele.

(De O Estado do Paraná, com informações da rádio CBN Londrina)

(Visited 1 times, 1 visits today)

Close