por 19:11 Destaques, Justiça

Juiz condena advogada por hostilizar médico que não receitou cloroquina

O juiz da 2ª Vara do Juizado Especial Cível, Guilherme de Macedo Soares, condenou a advogada Adelaide Rossini de Jesus por hostilizar e chamar de comunista um médico por não receitá-la com cloroquina, “o remédio do presidente”, como dito pela mulher. O juiz determinou que ela pague dez salários mínimos ao profissional de saúde.

“A ré infelizmente não teve a sensibilidade de entender que o momento não se presta para hostilizar os profissionais da saúde, muito pelo contrário, deveriam ser tratados como heróis, pois, assim o são. Arriscam suas vidas e as vidas daquelas que eles mais amam para combater a doença alheia. Estão na linha de frente, prontos para o ‘que der e vier’, e lamentavelmente ainda precisam passar por situações como essa. A sociedade precisaria se juntar e pedir desculpas em nome da ré, a começar por este julgador: RECEBA MINHAS SINCERAS DESCULPAS!”, disse o juíz em caixa alta. Leia mais

Foto: Narinder Nanu/ AFP

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com