por 10:18 Foz do Iguaçu

Jovens de Foz vão produzir videoclipe e livro em iniciativa da Itaipu e Guarda Mirim

De 2 a 6 de agosto, um grupo de 30 jovens de Foz do Iguaçu, a maioria deles inscrita no Programa de Iniciação e Incentivo ao Trabalho (PIIT) da Itaipu, vai participar de uma vivência literária e musical que terá como resultado a gravação de um videoclipe de rap e a produção de um livro. Tudo feito pelos próprios adolescentes, orientados por quem entende a linguagem da juventude.
O projeto APRENdiz POESIA é organizado pela Itaipu Binacional, em parceria com o Grupo de Trabalho (GT) Aprendizagem, que congrega entidades e órgãos envolvidos com a aprendizagem profissional em Foz do Iguaçu e região.
A ação tem o apoio da Guarda Mirim, integrante do GT e que será a sede das atividades. Os encontros ocorrerão em dois turnos (manhã e tarde), entre
segunda (2) e sexta-feira (6). As inscrições estão encerradas. Para garantir o distanciamento social e a segurança sanitária, o grupo foi limitado a 15 jovens por período.
A iniciativa será coordenada pelo rapper Renan Inquérito, que também é escritor, poeta, professor e doutor em Educação. O artista tem parcerias com nomes como Emicida, KL Jay (Racionais), Tulipa Ruiz e Arnaldo Antunes. Desta vez, para o trabalho em Foz, ele contará com o apoio do cantor Pop Black, produtor musical e psicólogo, que também conduzirá a vivência.
“O APRENdiz POESIA promoverá, de uma forma poética e lúdica, uma outra reflexão entre os jovens acerca de seus sonhos e de suas expectativas sobre a aprendizagem profissional”, disse o coordenador do PIIT na Itaipu, Vinícius Ortiz. A ação também faz parte do calendário local da Semana Nacional da Aprendizagem.
“Além promover a inclusão, numa atividade como essa eles estarão interagindo entre si, gerando trocas de conhecimentos por meio da música e da poesia”, destacou o presidente da Guarda Mirim de Foz do Iguaçu, Hélio Cândido do Carmo.

Voz ativa

Neste projeto, os Jovens Aprendizes terão a oportunidade de refletir e compartilhar ideias sobre o futuro, sonhos e objetivos profissionais, discutir a importância da aprendizagem profissional e a caminhada como aprendiz. Para isso, eles terão como ferramentas a poesia, o rap e a literatura. “A arte tem o poder de tornar o jovem visível, tanto para si mesmo quanto para a sociedade”, afirmou Pop Black.
A ideia é inserir os adolescentes em um processo criativo, literário e musical, a partir de atividades dinâmicas que exploram a liberdade de expressão, considerando o universo do próprio jovem e suas visões. A dinâmica será embasada na “Pedagogia Hip-Hop”, na qual os adolescentes assumem o protagonismo de sua história. Neste processo, a oralidade e escrita acessível são celebradas.
“Ao utilizar a arte-educação como aliada pretendemos envolver os jovens de um modo mais afetivo e efetivo, explorando diferentes linguagens e formas de expressão”, explica Renan Inquérito. “Sem contar que a presença desses expoentes do rap nacional certamente irá contribuir muito para o crescimento pessoal e intelectual de nossos jovens”, disse Hélio Cândido.
Ao longo dos cinco encontros, os participantes terão contato com diferentes linguagens artísticas, praticando técnicas de escrita, composição e declamação. “Levo a poesia, a música e a literatura para os adolescentes como quem leva o skate para as olimpíadas”, afirmou Renan Inquérito.
Neste período, os jovens passarão pela experiência de serem escritores, compositores e cantores, e verem suas criações ganharem vida em um livro artesanal, feito por eles, com técnicas de cartonagem e serigrafia. Eles também vão compor e gravar um rap durante as oficinas.
O projeto prevê, ainda, a filmagem de um videoclipe do rap e a produção de um minidocumentário com entrevistas dos adolescentes e profissionais da Rede Proteger de Foz do Iguaçu
“Os adolescentes precisam e querem falar sobre seus sonhos e sobre as expectativas do que é ser um aprendiz e, para isso, nada melhor que inseri-los, através da linguagem poética de Renan Inquérito e Pop Black, num processo criativo, literário e musical, durante cinco encontros imperdíveis”, conclui Ortiz.
Semana Nacional da Aprendizagem
A Semana Nacional da Aprendizagem é celebrada no mês de agosto. Durante todo o mês, diferentes organizações que atuam na profissionalização e inserção do adolescente no mundo do trabalho, na condição de aprendiz, promovem iniciativas diversas para marcar o momento.
Em Foz do Iguaçu, o GT Aprendizagem decidiu realizar um projeto que envolvesse os adolescentes atendidos por essas organizações. A Itaipu Binacional, por meio do Programa PIIT, compõe o grupo de trabalho. Além da contratação dos adolescentes aprendizes, a empresa participa e atua
preponderantemente no apoio institucional e operacional às diversas iniciativas de promoção e garantia de direitos humanos de crianças e adolescentes na região.
Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com