0 Shares 190 Views

Janot adia aposentadoria da PGR por suspeita de ser alvo de investigação sigilosa de Raquel Dodge

18 de março de 2019
190 Views

Rodrigo Janot adiou sua aposentadoria da Procuradoria-Geral da República, que estava marcada para 6 de março, por suspeitar que o gabinete de Raquel Dodge conduz uma investigação sigilosa contra ele.As informações são da Época.

Janot já enviou dois ofícios para o gabinete da procuradora-geral, sua sucessora e adversária dentro do Ministério Público Federal, perguntando se ele é suspeito em algum procedimento investigativo.

O primeiro ofício foi enviado porque, segundo Janot relatou a interlocutores de sua confiança, ele foi avisado por antigos aliados na PGR de que haveria investigação. Em resposta a este documento, o gabinete de Dodge informou que não havia nada contra ele.

Entretanto, dias depois, Janot recebeu o que seria o número de um procedimento investigativo criminal (PIC), e que, segundo a fonte do procurador-geral, seria sigiloso e teria ele como um dos suspeitos. Janot não conseguiu saber qual era a razão do procedimento nem quem mais era investigado com ele. Segundo relatou a um interlocutor, sequer sabia se o número era de fato de um processo que tinha ele como alvo.

Enviou então um segundo ofício para o gabinete de Dodge, pedindo uma “certidão de inteiro teor”, da qual conste inclusive a informação se ele é ou não investigado em sigilo.

Este segundo documento ainda não teve resposta.

O STF tem o entendimento de que qualquer suspeito tem o direito de saber que é investigado, ainda que em sigilo.

Caso contrário, na jurisprudência consolidada do STF, o suspeito não teria como exercer plenamente seu direito de defesa, que é assegurado pela Constituição.

O sigilo é mantido, sim, sobre procedimentos de investigação em andamento, por exemplo quebras de sigilos bancário, telefônico, ações de busca e apreensão de documentos, pedidos de prisão temporária etc.

link matéria
https://epoca.globo.com/guilherme-amado/janot-adia-aposentadoria-da-pgr-por-suspeita-de-ser-alvo-de-investigacao-sigilosa-de-raquel-dodge-23530578

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.