Escrito por 09:59 Destaques, Itaipu Binacional, Jair Bolsonaro, Oeste do Paraná

Itaipu não fazia nem 10% disso, afirma Bolsonaro das obras no oeste do Paraná

Compartilhe


O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira, 18, que, em recente passado, a usina de Itaipu “não fazia nem 10%” das obras custeadas pela binacional no oeste do Paraná, que podem chegar a R$ 2,5 bilhões. A maioria está em execução em Foz do Iguaçu, mas há obras espalhadas nas cidades da região e até uma ponte sobre o Rio Paraguai entre Porto Murtinho (MS) e a cidade paraguaia de Carmelo Peralta.

No próximo dia 25 está prevista a quinta visita de Bolsonaro a Foz do Iguaçu, onde deve anunciar investimentos de R$ 1 bilhão na revitalização das linhas de transmissão de Furnas que abastecem com a energia produzida por Itaipu as regiões centro-oeste e sudeste do País.

“O Paraná é brindado com a Itaipu, que está fazendo obras no oeste do Paraná, como, por exemplo, duplicação da BR-469, a pavimentação da Estrada da Boiadeira, no centro-oeste, a duplicação do acesso ao aeroporto de Foz, a extensão da pista do aeroporto em 600 metros que vai permitir voos internacionais que paravam na Argentina, segunda ponte com o Paraguai”, entre Foz e Porto Franco, disse Bolsonaro acompanhado pelo ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) na live das quintas-feiras direto do Palácio do Planalto, em Brasília. 

“Um abraço ao presidente Marito (Mario Abdo Benitez) do Paraguai. Eu estive com o presidente da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, em Cascavel e ele me disse que estão fechando os números agora e vai bater R$ 2,5 bilhões em investimentos, coisa que no passado a Itaipu não fazia nem 10% disso”, completou Bolsonaro.

Além das obras em Foz, Itaipu está custeando as obras do contorno oeste da BR-163 em Cascavel, duplicação da BR-277 no trecho entre a PRF e Ferroeste, a implantação do Contorno em Guaíra, a revitalização da ponte entre Guaíra e Novo Mundo (MS), a construção do batalhão da fronteira em Guaíra, a pavimentação dos 26 quilômetros da estrada entre Santa Helena e Ramilândia, a implantação do sistema de esgotamento sanitário no oeste e a iluminação da BR-277 nos trechos urbanos entre Foz do Iguaçu e São Miguel do Iguaçu.

Close