Itaipu Binacional apresenta estratégia climática em evento da COP 26 0 2

Promovido pelo Undesa, encontro teve a participação do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

A Itaipu Binacional apresentou, nesta quinta-feira (4), em Glasgow (Escócia), as medidas de enfrentamento das mudanças climáticas adotadas tanto na usina como na área de influência do reservatório. As medidas foram apresentadas pelo diretor de Coordenação, general Luiz Felipe Carbonell, em evento promovido pelo Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (Undesa, na sigla em inglês).

A abertura do encontro foi feita pelo ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, que destacou a Itaipu como caso de sucesso na cooperação entre dois países e na promoção da geração de energia limpa e renovável. “A transição energética começou no Brasil 50 anos atrás, quando decidimos, junto com o Paraguai, construir a Itaipu, um exemplo de sustentabilidade para os demais países”, afirmou o ministro.

Carbonell mencionou as medidas de enfrentamento das mudanças climáticas, dividindo-as em infraestrutura verde (ecossistemas) e infraestrutura cinza (obras, equipamentos e tecnologias) e classificando-as em medidas de adaptação e mitigação, e medidas de resiliência. Entre as medidas de mitigação e adaptação, destacam-se os investimentos na atualização tecnológica da usina, a implantação da microcentral termelétrica a biogás, a adoção de biometano para uso na frota e o plantio de 24 milhões de árvores nativas da Mata Atlântica na margem brasileira do reservatório.

Já as medidas de adaptação incluem o sistema de gestão da operação e manutenção da usina combinado com o regime hidrológico e a coordenação do Operador Nacional do Sistema (ONS), para promover o máximo aproveitamento energético de toda a água que chega ao reservatório; e a manutenção de mais de 100 mil hectares de áreas verdes em torno do reservatório, como estratégia de garantir a qualidade e a quantidade de água no longo prazo e, assim, promover a segurança energética.

“A sustentabilidade é parte do negócio da Itaipu. Ou seja, cuidar do território, em seus aspectos ambientais, econômicos e sociais, é algo diretamente ligado à geração de energia”, afirmou. “Por exemplo, 20% da água que passa pelas turbinas têm origem na área de influência direta do reservatório, em municípios do Mato Grosso do Sul e do Paraná. E cuidando bem das microbacias da região, podemos incrementar essa quantidade de água e, assim, gerar mais energia para o Brasil e o Paraguai”, completou.

Além da Itaipu, o evento “Soluções Sustentáveis em Água e Energia e seu papel no Combate às Mudanças Climáticas” contou com a apresentação de casos do Canal de Isabel II, empresa de saneamento da Espanha; do Instituto Privado de Pesquisas em Mudança do Clima (ICC), da Guatemala; da empresa SOLshare, de Bangladesh; e da Fundação de Energia Solar, da Alemanha. O evento híbrido (presencial e on-line) teve a participação de cerca de cem pessoas de várias partes do mundo.

O sub-secretário geral do Undesa, Liu Zhenmin, também participou, destacando a necessidade de recuperar o atraso em vários Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A conselheira Maria Antonia Gwynn, da margem paraguaia da Itaipu, foi responsável pelas palavras de encerramento, chamando a atenção para a importância da cooperação internacional para a promoção do desenvolvimento sustentável.

Apresentação de estudo de caso

A agenda da Itaipu na COP 26 nesta quinta-feira também incluiu a apresentação do sistema de gestão territorial sustentável da Itaipu no estande do Brasil em Glasgow, com transmissão pelo YouTube por meio do canal do Ministério do Meio Ambiente. O secretário adjunto do Clima e Relações Internacionais do MMA, Marcelo Freire, destacou a grande diversidade de iniciativas sustentáveis da Itaipu com potencial para a cooperação internacional.

O case da binacional foi apresentado pelo superintendente de Gestão Ambiental, Ariel Scheffer da Silva, que mostrou um histórico da gestão do meio ambiente desde a concepção do projeto original da usina. Desde o início, foram adotadas medidas ambientais voltadas a maximizar a vida útil do reservatório, reduzindo a deposição de sedimentos. “A conservação da biodiversidade é vital para a proteção do reservatório. E são medidas que têm grande impacto econômico, uma vez que a redução em um ano na vida útil do reservatório implica em uma perda de 3 a 4 bilhões de dólares em faturamento na geração de energia para o Brasil e o Paraguai”, disse o superintendente.

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de 22 mil pessoas visitaram o parque no feriadão da Proclamação da República 0 2

Parque registrou a maior visitação de um feriado prolongado desde a reabertura, em agosto de 2020

O Patrimônio Natural da Humanidade recebeu 22.179 turistas durante os três dias de feriadão prolongado, de 13 novembro, sábado, até 15 de novembro, segunda-feira, dia da Proclamação da República. Os números consolidam a maior visitação em um feriado prolongado desde a reabertura do parque, em 4 agosto de 2020.

O dia mais movimentado de 2021 também foi registrado neste feriado, com 12.587 visitantes passeando pelo parque no domingo, 14 de novembro. Os turistas tiveram a oportunidade de caminhar pelas trilhas em meio a natureza, aproveitar o passeio de barco do Macuco Safari, sobrevoar as quedas com a Helisul e saborear a viagem gastronômica do Porto Canoas.

Visitantes de 32 nacionalidades, 26 estados brasileiros e distrito federal contemplaram o maior conjunto de quedas d’água do mundo neste feriado. Entre os estados brasileiros que mais visitaram, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, respectivamente, lideram o ranking.

Programe seu passeio – O Parque Nacional do Iguaçu continua com atendimento de terça-feira a domingo, das 9h às 16h. Os ingressos para visitar as Cataratas do Iguaçu são vendidos exclusivamente on-line (www.cataratasdoiguacu.com.br/ingressos), com agendamento de dia e horário para o passeio, garantindo ainda mais proteção aos visitantes.

Central de atendimento on-line (WhatsApp) – Para ter dicas e informações sobre o Parque Nacional do Iguaçu, entre em contato com a Central de Atendimento ao Visitante: +55 (45) 9137-3444 (wa.me/554591373444). Para receber fotografias e vídeos das Cataratas, entre na lista do Telegram: https://t.me/cataratasdoiguacu.

Créditos fotografias: Henrique Britez / @CataratasdoIguacu #FotoEquipeCataratas

Informações e ingressos on-line
www.cataratasdoiguacu.com.br
contato@catarataspni.com.br
(45) 3521-4400

Redes sociais
Instagram: instagram.com/cataratasdoiguacu/
Facebook: facebook.com/cataratasdoiguacu
Twitter: twitter.com/CataratasBrasil
Telegram: t.me/cataratasdoiguacu

Foz Cataratas vence e garante vaga na semifinal da Liga Nacional de futsal 0 2

O Azulão das 3 Fronteiras venceu o São José por 3 a 1, na segunda partida das quartas de final, diante da sua torcida, no Caldeirão Azul, neste domingo, 14. A vitória, que garantiu ao Foz Cataratas Futsal a vaga na semifinal da Liga Nacional de Futsal, foi transmitida pelo SporTV, TV Brasil e LNFTV. O próximo adversário do Foz Cataratas Poker Futsal será o Magnus, atual campeão da competição.

Próximo jogo – O Foz Cataratas enfrentará o Magnus. O primeiro jogo será em Foz do Iguaçu e a segunda partida será em São Paulo. Os paulistas jogam o segundo jogo em Sorocaba por terem melhor campanha na primeira fase. Na primeira fase os visitantes ficaram em 3 lugar e o Foz Cataratas em 5 lugar. A data e horário dos jogos serão confirmados nesta segunda-feira, 15.

Foto: Nilton Rolin

Most Popular Topics

Editor Picks

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com