por 18:47 Sem categoria

IstoÉ comprova suspeitas sobre Osmar Dias

É esclarecedora a reportagem, de Alan Rodrigues, da IstoÉ que motivou a famigerada coletiva de Osmar Dias no Paraná. A revista revela, além de subfaturamento na compra dos 8.235 hectares, negócios obscuros do senador pedetista, desmatamento ilegal e trabalho escravo na fazenda – quando a propriedade já era de Osmar. Um problema do tamanho de 8,3 mil hectares recaiu sobre a campanha do senador Osmar Dias (PDT) a governador do Paraná. Esta é a dimensão da fazenda Lagoa da Prata, de propriedade dele, no Estado de Tocantins. Voltado para a criação de gado e plantação de arroz, o pedação de terra, em frente á ilha do Bananal, com 19 mil metros de frente para a margem direita do límpido rio Javaéz, tornou-se assunto no horário político pela televisão, gerou bate-boca no debate entre os candidatos e ocupa blogs na internet. No Paraná, a fazenda ganhou fama por ter sido comprada por um valor subfaturado, parcialmente desmatada de forma irregular, uma vez que faz parte da Amazônia Legal, e, ainda, de ter abrigado trabalho escravo. Ex-parceiro do senador num projeto de reflorestamento dentro da fazenda, Leonardo Bonifácio Cardoso está processando Osmar Dias por quebra de contrato e má-fé. O pedido de indenização é de R$ 3 milhões. “O senador quebrou a nossa empresa, até sofri ordem de despejo”, conta Valéria Bonifácio, irmão e sócia de Leonardo. – este é o lidão da reportagem. Leia a matéria completa em Reportagens ou clique aqui

por 23:00 Sem categoria

IstoÉ comprova suspeitas sobre Osmar Dias

É esclarecedora a reportagem, de Alan Rodrigues, da IstoÉ que motivou a famigerada coletiva de Osmar Dias no Paraná. A revista revela, além de subfaturamento na compra dos 8.235 hectares, negócios obscuros do senador pedetista, desmatamento ilegal e trabalho escravo na fazenda – quando a propriedade já era de Osmar. Um problema do tamanho de 8,3 mil hectares recaiu sobre a campanha do senador Osmar Dias (PDT) a governador do Paraná. Esta é a dimensão da fazenda Lagoa da Prata, de propriedade dele, no Estado de Tocantins. Voltado para a criação de gado e plantação de arroz, o pedação de terra, em frente á ilha do Bananal, com 19 mil metros de frente para a margem direita do límpido rio Javaéz, tornou-se assunto no horário político pela televisão, gerou bate-boca no debate entre os candidatos e ocupa blogs na internet. No Paraná, a fazenda ganhou fama por ter sido comprada por um valor subfaturado, parcialmente desmatada de forma irregular, uma vez que faz parte da Amazônia Legal, e, ainda, de ter abrigado trabalho escravo. Ex-parceiro do senador num projeto de reflorestamento dentro da fazenda, Leonardo Bonifácio Cardoso está processando Osmar Dias por quebra de contrato e má-fé. O pedido de indenização é de R$ 3 milhões. “O senador quebrou a nossa empresa, até sofri ordem de despejo”, conta Valéria Bonifácio, irmão e sócia de Leonardo. – este é o lidão da reportagem. Leia a matéria completa em Reportagens ou clique aqui.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com