Escrito por 12:00 Assunto

Investimentos de Itaipu para enfrentar a covid-19 passam de R$ 22 milhões

Rol de medidas inclui reestruturação de hospitais, aquisição de equipamentos e apoio a entidades de ajuda humanitária.

Os investimentos da margem brasileira da Itaipu no enfretamento à covid-19 já passam de R$ 22 milhões. O rol de ações é amplo e variado, incluindo convênios e medidas de auxílio eventual. Entre essas ações, a empresa liberou R$ 15 milhões para a reestruturação do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), que é mantido pela Itaipu, para a compra de equipamentos e insumos.
Outras unidades hospitalares da 9º Regional de Saúde do Estado do Paraná também são beneficiadas por estes recursos, com o fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs), álcool em gel 70%, materiais, medicamentos, camas e diversos outros materiais.
Para o Hospital Municipal Germano Lauck, em Foz do Iguaçu, cidade-sede da usina, a empresa vai encaminhar 15 aparelhos de ventilação mecânica, monitores e camas, além da estruturação de um leito de tratamento avançado no Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Luz, em Medianeira, e mais um respirador mecânico para o Samu de Foz do Iguaçu.
A habilitação do Centro de Medicina Tropical do HMCC junto ao Lacen diminui o tempo para o resultado dos testes de covid-19. Antes disso, era necessário enviar as amostras para Curitiba. A Itaipu também doou 500 testes à Prefeitura de Foz do Iguaçu, que estão sendo usados em cinco unidades básicas de saúde da cidade.
Em decorrência da pandemia, a Itaipu aumentou o valor do Fundo de Auxílio Eventual para R$ 2,7 milhões. O público-alvo são entidades de ajuda humanitária. Itaipu controla a prestação de contas a partir da execução de um plano de trabalho, com uma série de critérios que são auditados internamente. Até o momento, 14 instituições fizeram contato para tirar dúvidas e dar início ao processo.
Uma delas, que já teve o apoio aprovado, é o Lar dos Velhinhos de Foz do Iguaçu. A entidade vai receber, por meio do fundo, a soma de R$ 174.984,45, para a aquisição de materiais de limpeza, alimentação, higiene e segurança. O apoio vai garantir a manutenção do atendimento durante a pandemia do novo coronavírus. Também foi beneficiada pelo fundo a entidade Anjos da Madrugada.
Com o governo do Estado, a Itaipu fez um convênio de R$ 4 milhões para a contratação de 733 bolsistas. Todos da área de assistência à saúde, para atividades de apoios às regionais do Estado.
Para o coordenador do Grupo Estratégico da Covid-19 da Itaipu, Jorge Aureo, assessor especial do diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, a Itaipu não poderia ficar indiferente ao enfrentamento da doença. “Nossa missão é também cuidar da nossa gente por meio de ações efetivas e de solidariedade.”

(Visited 12 times, 1 visits today)
Close