0 Shares 222 Views

“Início das obras da segunda ponte de Foz é sonho de décadas”, diz Cida

2 de agosto de 2019
222 Views

A ex-governadora do Paraná, Cida Borghetti, destacou a assinatura do convênio entre o Governo do Estado e a Itaipu Binacional que vai permitir o início imediato das obras de construção da segunda ponte de Foz do Iguaçu ligando o Brasil ao Paraguai. O documento foi firmado na manhã desta quinta-feira (1) entre o governador Ratinho Jr e o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Joaquim Silva e Luna.

“Excelente notícia. É a conclusão de um trabalho iniciado há cerca de um ano e meio. Tratei do assunto em reuniões com os presidentes Michel Temer e Marito Abdo e com as diretorias brasileira e paraguaia de Itaipu. Parabéns ao governador Ratinho Jr, aos presidentes Jair Bolsonaro e Marito e a todos que ajudaram a concretizar esse sonho de décadas”, disse.

Serão investidos R$ 463 milhões na obra que será administrada pela secretaria da Infraestrutura e Logística. Os recursos vêm da Itaipu. A segunda ponte será erguida sobre o rio Paraná no bairro Porto Meira, em Foz do Iguaçu. No lado paraguaio, a obra alcançará o município de Presidente Franco, vizinho a Cidade de Leste, onde está a Ponte Internacional da Amizade.

A obra é histórica para o Paraná e foi uma das principais bandeiras da gestão da governadora Cida Borghetti, que se empenhou pessoalmente para viabilizá-la. “É a consolidação de um processo de meses, foram muitos encontros, audiências e reuniões técnicas. No dia 21 dezembro assinamos um acordo entre o Brasil e o Paraguai que garantiu a execução das obras com os recursos da Itaipu Binacional”, salientou Cida Borghetti.

 

ORÇAMENTO – O governador Ratinho Jr afirmou que o convênio sela o acordo entre o Estado e a Itaipu. “O orçamento já está organizado, consolidando a parceria com Itaipu na área de infraestrutura. Será a maior ponte de vão-livre do Brasil”.

O diretor-geral brasileiro da Itaipu, Joaquin Silva e Luna, ressaltou o bom relacionamento entre as partes envolvidas no projeto: Governo Federal, Estado e o lado brasileiro da usina. “Podemos mostrar para a sociedade como se usa o orçamento, com investimento em infraestrutura. A ordem de serviço foi dada, o tempo começa a contar a partir de agora”, afirmou.

A Ponte da Amizade, construída em 1965, é o principal corredor logístico entre Brasil e Paraguai e está sobrecarregada. Além das pessoas que circulam entre Foz e Cidade de Leste, ela também concentra o trânsito de caminhões. Com a nova ligação, ficará exclusiva para veículos leves e ônibus de turismo.

Também está em fase de projetos uma terceira ponte ligando os dois países. Ela será construída sobre o rio Paraguai, entre as cidades Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta, com investimento também da Itaipu Binacional.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.