por 00:28 Sem categoria

INDÚSTRIAS DO PARANÁ TÊM MAIOR CRESCIMENTO DO PAÍS, DIZ ROMANELLI

INDÚSTRIAS DO PARANÁ TÊM MAIOR CRESCIMENTO DO PAÍS, DIZ ROMANELLI

Romanelli destaca o crescimento da indústria paranaense apontado como o maior do país neste primeiro trimestre de 2007, segundo o IBGE. “É uma resposta aos apóstolos do caos que não conseguem enxergar todo incentivo do governo Requião junto ao setor produtivo paranaense”.

O líder do Governo na Assembléia Legislativa, Luiz Claudio Romanelli (PMDB), destacou nesta sexta-feira (11) o crescimento da indústria paranaense apontado como o maior do país neste primeiro trimestre de 2007, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). “É mais uma resposta aos apóstolos do caos que não conseguem enxergar, ou não querem, todo incentivo, apoio e trabalho do governo Requião junto ao setor produtivo paranaense”, disse Romanelli.

 O levantamento do IBGE aponta alta de 7,9% nas vendas das indústrias em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Confecção de artigos do vestuário e acessórios (alta de 28,93%), produtos de minerais não-metálicos (20,38%) e fabricação e montagem de veículos automotores (15,94%) lideraram as vendas entre os setores da cadeia produtiva paranaense.

 “As vendas impulsionam a atividade econômica e refletem na oferta de postos de trabalho. Entre os setores, a indústria foi o setor que mais abriu vagas entre janeiro e março. Foram 20.146 novos empregos – um aumento de 73% em relação ao primeiro trimestre de 2006. No geral, o Paraná já gerou 400 mil empregos em 52 meses de governo Requião. Um recorde histórico”, diz Romanelli.

 Exportações – O impulso da indústria também se reflete nas exportações. Só aos países que integram o Mercosul (Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Venezuela), o Paraná elevou suas exportações em 32% no primeiro trimestre, alcançado a soma de US$ 316 milhões. O saldo da balança comercial no ano com os países do bloco ficou em US$ 113 milhões.

Como exemplo de eficácia da ação do Governo Requião, Romanelli aponta a relação com a Venezuela. Em duas rodadas de negócios, as exportações saltaram de US$ 28 milhões para US$ 244 milhões num período de dois anos. “No total, as exportações no Paraná já alcançaram a marca de US$ 2,4 bilhões em três meses. Isso representa 15,7% maior que o verificado no mesmo período de 2006”.

Agronegócio – Na outra ponta do setor produtivo, o IBGE também confirmou o Paraná na liderança de produção e de área plantada com grãos. Das 132,3 milhões de toneladas de grãos esperadas para de 2007, o estado vai contribuir com 22,8% da safra nacional – o que corresponde a 30,1 milhões de toneladas. O Paraná também lidera a área plantada, com uma participação de 18,6% da área cultivada em todo o país.

“A produção de alimentos transformaram o agronegócio numa indústria de ponta do Paraná. Não estamos mais produzindo somente matéria prima. As cooperativas processam os alimentos, transformam, embalam – isso resultado no chamado valor agregado. O Paraná está muito bem, no caminho certo em todas as frentes do setor produtivo. Assegurando assim a qualidade de vida da população e um desenvolvimento que respeito a natureza”.

Romanelli lembra que desde que assumiu seu segundo mandato em janeiro de 2003, o governador Requião criou uma série de programas – isenção de ICMS às empresas, Bom Emprego, entre outros – e criou as condições necessárias ao desenvolvimento da economia paranaense. “Os resultados do programa Bom Emprego representam R$ 3 bilhões de incentivos, 12 mil empregos diretos e outros 36 mil indiretos”.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com