por 16:21 Saúde

Hospitais privados de Curitiba devem apresentar dados de ocupação e plano de contingência

Os hospitais privados de Curitiba, que não têm vínculo com o SUS (Sistema Único de Saúde) precisam apresentar dados de ocupação diariamente para a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), além de apresentar planos de contigência para o combate à covid-19. As decisões foram aplicadas em decreto publicado pela prefeitura de Curitiba nesta quinta-feira (11) e são válidas por 30 dias.

A determinação também estabelece que os hospitais privados devem prever remanejamento de, no mínimo, 50% dos leitos clínicos e cirúrgicos registrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) para atendimento exclusivo da covid-19 (casos suspeitos ou confirmados).
Essa exigência exclui os leitos destinados a obstetrícia, oncologia, cardiologia, nefrologia, oftalmologia e traumatologia (destinados a procedimentos cirúrgicos essenciais).

Os leitos destas especialidades poderão ser utilizados apenas para o atendimento de situações de urgência e emergência e cirurgia essenciais, a fim de evitar agravamento de quadros clínicos.

Por fim, o decreto determina que leitos disponíveis nos estabelecimentos hospitalares poderão ser objeto de requisição pelo SUS de Curitiba. O documento lembra que a gravidade do cenário atual exige a adoção de todas as medidas tecnicamente sustentáveis para contenção da transmissão de covid-19.

 

Informações: reprodução/ Paraná Portal

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com